ACIA Notícias

O vice-presidente Comercial da Acia, Rodrigo Rezende, aproveitou o evento que marcou a Abertura Oficial dos Jogos Solidários, na sede da entidade, para fazer o lançamento de uma cartilha de orientações aos empresários sobre as principais exigências do Código de Defesa do Consumidor. “Pretendemos com isso, evitarmos que as empresas sejam punidas por desconhecimento do Código, e ao mesmo tempo demonstrarmos nosso interesse em mantermos o diálogo com o Poder Público, independente de que setor se refira”, disse ele. Por seu lado, o prefeito, Sérgio Antônio de Carvalho, e o vice-prefeito, Flávio Faria, valorizaram a postura da Associação Comercial, e foram enfáticos de que não existe interesse da Prefeitura em multar, e sim fazer cumprir o Código de Defesa do Consumidor, seja ele em benefício do empresário ou do próprio consumidor. Além da cartilha de orientações, a Acia estará disponibilizando também exemplares do Código de Defesa do Consumidor aos seus associados, demais empresários interessados, e ao próprio Procon Municipal. Na foto, o momento da apresentação da Cartilha de Orientações aos representantes dos empresários que acompanhavam a solenidade, e também os exemplares do Código de Defesa do Consumidor.

Uma atitude inovadora e que está recebendo total apoio da comunidade Mais de 1.500 atletas participam dos Jogos Solidários, em diversas modalidades esportivas, promoção em conjunto das secretarias de Esportes e de Promoção Social, sendo que toda arrecadação com as inscrições serão revertidas em prol de 21 entidades cadastradas nos programas sociais da Prefeitura. A competição teve início no último dia 15, porém a Abertura Oficial ocorreu no auditório da Associação Comercial, e contou com as presenças do prefeito, Sérgio Azevedo, do vice-prefeito, Flávio Faria, secretário de Esportes, Wellington Albert Guimarães - Paulista, secretária de Promoção Social, Luzia Martins, secretário de Governo, Celso Donato, entidades beneficentes, apoiadores e patrocinadores.Na ocasião, as autoridades disseram da importância social do evento, e lembraram que as inscrições ainda estão abertas e os interessados poderão obter informações na Sec. Esportes, telefone 3697 - 2382, e com apenas 30 Reais a pessoa poderá optar por uma entidade para representar, escolher uma modalidade para que o valor seja repassado, e levará uma camiseta alusiva aos jogos, e agradeceram a cada apoiador da promoção, inclusive para a Acia que patrocinou os prêmios para as três primeiras equipes que mais angariarem inscrições, além de material de divulgação. A solenidade foi coordenada pelo vice-presidente Comercial da Acia, Rodrigo Geraldi Rezende, que fez uma saudação aos presentes, enalteceu a ideia inovadora da competição, e lembrou que a Associação Comercial participou inclusive da criação do evento, "apoiou e continuará apoiando todas as iniciativas da Prefeitura que resultem bens para as sérias e dedicadas entidades assistenciais de P. Caldas", disse ele. Na foto, a Abertura Oficial dos Jogos Solidários com destaque para os apoiadores e patrocinadores da promoção.

Impressionado com a estrutura montada pelo Serviço Nacional da Indústria no pátio da Fepasa, com capacidade para atender mais de 500 alunos e oferecer diversos cursos profissionalizantes aos mesmos, o presidente da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária, Márcio Roberto de Oliveira, anunciou durante a solenidade que marcou a aula inaugural, dia 1° de novembro, que a entidade irá divulgar para as empresas associadas os curriculos dos formandos nas diferentes áreas, e que os mesmos poderão suprir diversas vagas em aberto exatamente pela falta de mão de obra qualificada. " Tenho certeza que o empresário ficará satisfeito com esta disponibilidade, pois terá um profissional gabaritado em seu estabelecimento, e com chances de continuarem os aperfeiçoamentos na sede local do Senai, e gostaria de parabenizar a Fiemg-Federação das Indústrias de Minas Gerais, pela iniciativa de trazer para o Sul de Minas esta escola móvel, e aproveito para anunciar que ainda restam vagas em diferentes cursos, com carga horária de 80hs,cada, para aquelas pessoas, de diferentes idades, que gostariam de participar, e o que é melhor: totalmente gratuito", completou o presidente da Acia, que na foto aparece com as autoridades na solenidade que marcou a aula inaugural da escola móvel do Senai, e que também contou com a presença dos alunos.

Durante duas horas Sérgio Azevedo comentou 66 itens reivindicados pelas vinte e duas entidades que compõem o Fórum Poços de Caldas – Desenvolvimento e Cidadania, sendo: Adismig, Associação de Bares e Restaurantes, Associação Comercial, Cooperativa Reg. dos Cafeicultores, Lions Clube Urânio e Águas Termais, Lojas Maçônicas: Acadêmicos da Serra S. Domingos, Cavaleiros do Planalto, Estrela Caldense, Fênix do Planalto, Luz e Fraternidade, Luz e União e Timoneira Sul de Minas, OAB Subseção P.Caldas, Rotary Club e Sindicatos: do Comércio, dos Hotéis, dos Contabilistas e dos Prod. Rurais, solicitados em setembro do ano passado aos candidatos à Prefeitura Municipal, com o compromisso de que o prefeito eleito se reuniria alguns meses após sua posse para avaliação da referida pauta. O prefeito garantiu que 80% das reivindicações foram, ou estão sendo atendidas, citando: manter em condições de excelência os pontos turísticos, praças e jardins; nomeação de secretários nascidos na cidade; reativação de voos comerciais; política de ação social voltada para a reabilitação de moradores de rua; Plano Diretor que privilegie a sociedade como um todo; administrar o DME de acordo com sua proposta de criação; desassoreamento dos ribeirões; atualização do Portal da Transparência; reorganização dos Conselhos Municipais; orçamento participativo; melhoria nas estradas vicinais; incentivo ao turismo rural e criação de um incentivo à permanência de famílias na zona rural; maior apoio a entidades filantrópicas; solução ao problema de gestão da S. Casa; redução nos salários do Executivo; finalizar obras da Estação de Esgoto; construção urgente de um aterro sanitário; fiscalização rigorosa na Serra de S. Domingos; padronização de calçadas; pavimentação adequada nas ruas e avenidas; infraestrutura no Distrito Industrial; melhoria no atendimento da Upa e postos de saúde; ampliação do número de creches; instalação de radares nas principais vias de acesso da cidade; requerer ao Governo do Estado aumento do efetivo da Polícia Militar e da Polícia Civil; definição do papel da Guarda Municipal; normatizar estacionamento de ônibus de turismo; normatizar o volume máximo de 40 decibéis permitido aos carros de som; Ampliar a Coleta Seletiva; liberar o tempo de permanência dos veículos na Zona Azul aos sábados após as 12hs, e criar um roteiro turístico para o município. Sérgio Azevedo disse não poder atender, por enquanto: evitar aumento de tributos, definição de um local apropriado para a realização de shows, conclusão de obras de libação entre a Av. Monsenhor Alderige e Rodovia do Contorno, suspenção de contratações de funcionários públicos, construção do presídio, trem turístico, construção do Paço Municipal e alterações no sistema da Zona Azul por questões contratuais. Sérgio Azevedo também anunciou a criação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, com objetivo de implementar programas que atendam os interesses locais, principalmente os que preservam as matas e nascentes de águas. O prefeito agradou aos empresários ao afirmar que as empresas locais terão prioridades em seu governo, “pelo fato de estarem estabelecidas aqui há vários anos, e construíram para o desenvolvimento da cidade, sendo justo, portanto darmos toda atenção e incentivo a eles, até para que continuem suas atividades, gerando empregos e divisas ao município”, garantiu Sérgio Azevedo. O presidente da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária Poços de Caldas, e do Sindicato do Comércio, Márcio Roberto de Oliveira, agradeceu ao prefeito pela disponibilidade em atender ao Fórum, parabenizou pela forma clara e transparente que respondeu a todos os itens do caderno de propostas, inclusive com as respostas sinceras sobre itens que não estão em sua pauta de realizações. Destacou o fato do comercio e serviços representarem juntos mais de 70% dos empregos gerados na cidade e que espera do poder público que os caminhos para a geração e renda sejam facilitados e incentivados. Ao final do encontro, foi reinaugurado o auditório da Acia em homenagem ao empresário Aníbal Camilo Togni, ex-presidente e diretor da entidade.

DEPOIS DO TEMPORAL, A RECUPERAÇÃO ! 19 de janeiro de 2.016, uma data que centenas de comerciantes poços- caldenses jamais se esquecerão. Um temporal de uma hora e dez minutos despejou 120 ml de água na região central. Inundando ruas e lojas, derrubando paredes, quebrando vidros e destruindo aparelhos. Uma delas que ficou praticamente destruída foi a Lojas Itapoá, quando o córrego do vai e volta derrubou a parede dos fundos arrastando todas as mercadorias para a Rua Junqueiras. Entretanto a persistência, coragem e visão empresarial das irmãs Adriana e Patricia Borsato, fizeram com que elas não desistissem. Montaram um ponto improvisado ali mesmo em frente onde tudo ocorreu, e agora, dia 1° de novembro de 2.017, com muita disposição, inauguraram uma bonita e ampla loja na Rua Assis Figueiredo 1.388, próximo da Matriz. O presidente da Associação Comercial, Márcio Roberto de Oliveira, fez questão de participar da reinauguração da loja, e levou consigo o prefeito Sérgio Azevedo, e o vice-prefeito, Flávio Faria, que também puderam levar uma palavra de ânimo para a família Borsato, conforme testemunha a foto abaixo.

Entre os dias 04 e 06 de outubro, foi realizado o 2º Encontro Técnico do Procon na sede da OAB de Poços de Caldas. No evento estavam reunidos representantes do Procon dos Estados de Minas Gerais e São Paulo com o intuito de alinhar o posicionamento do órgão para futuras fiscalizações. Tendo em vista a atuação do Procon municipal de Poços e o teor das palestras, surgIram indagações sobre a atuação do Procon em nossa cidade. Confira o artigo do nosso consultor jurídico Gabriel Gaiga, que participou do evento, traz os principais pontos que podem afetar diretamente o cotidiano dos empresários. ACESSE O LINK ABAIXO PARA LER A MATÉRIA http://gaigaadvogados.com.br/procon-defesa-consumidor-ou-arrecadacao-para-o-estado/

A proximidade do final de ano nos faz lembrar de datas importantes para o comércio e que são sinônimos de promoções. As promoções começam com a Black Friday no mês de novembro e só acabam após as trocas pós Natal. Para esclarecer as dúvidas de empresários sobre a legislação aplicável, faremos uma exposição sobre as precauções que devem ser tomadas ao fazer ofertas de promoções aos consumidores tanto em estabelecimentos físicos quanto digitais. Com o aumento das promoções, a fiscalização pelos órgãos de defesa do consumidor se intensifica. Pensando nisso, a palestra abordará os meios de defesa em casos de autuações e como os empresários podem diminuir os riscos de autuação. Venha participar e compartilhar sua experiência conosco! Data: 08/11 Horário: 19h Local: ACIA Mais informações entrem em contato conosco.

Assim que assumiu a pasta, no início de 2017, a secretária de Promoção Social, Luzia Martins, participou de uma reunião de diretoria da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária Poços de Caldas, e informou que a Prefeitura está preparada para atender as pessoas em situação de rua, através do Centro Pop, que oferece atendimentos técnicos, documentação, alimentação, lavagem de roupa, oficinas, além do encaminhamento para casas de passagem e abrigos, e ainda o Consultório de Rua, que reúne uma equipe capacitada para realizar abordagem, atendimento médico e o resgate em casos de desnutrição e consumo de álcool e drogas, e que uma de suas prioridades seria uma campanha de orientação para a população e os turistas, no sentido de que ajudassem estes programas sociais, ao invés de darem dinheiro para os mesmos. Segundo ela, " As pessoas em situação de risco são uma questão social presente em todo o país, e a esmola, ao invés de incentivar a mudança de comportamento, patrocina as péssimas condições de vida dessas pessoas. Por isso, contamos com várias instituições de assistência para esse público", disse a secretária Luzia Martins. O presidente da Acia, Márcio Roberto de Oliveira, disse que a entidade sempre cobrou uma postura da Secretaria de Promoção Social quanto aos pedintes e moradores de rua, e fez questão de apoiar a iniciativa da campanha com objetivo de diminuir e evitar o aumento destes nas ruas da cidade. "Em primeiro lugar o assunto merece cautela, pois estamos tratando de seres humanos, em situação de completo abandono e que em sua maioria não tem condições de por si só se recuperar e se integrar a sociedade. Sabemos ser uma tarefa difícil retirar todas estas pessoas destas situações, até porque muitos deles não aceitam auxilio da Prefeitura pois recebem dinheiro suficiente para consumo de bebidas e drogas, e nossa intenção é de conscientizar a população, e os turistas, de que, apesar da boa intenção, estão na verdade separando de vez estes dependentes dos seus familiares e amigos.", disse Márcio Oliveira. A Campanha "Não dê esmola" foi lançada no último sábado com a distribuição de folhetos nas ruas centrais da cidade, e a Acia solicita a colaboração de todos os associados para ajudarem neste movimento, fixando cartazes e distribuindo folhetos em seus estabelecimentos.

A Semana da Micro e Pequena Empresa é um momento promovido pelo Sebrae que oferece inúmeras atividades, simultaneamente, em todas as Microrregiões do Estado, em comemoração ao Dia da Pequena Empresa (5 de outubro). O evento conta com temas diversificados e variedades de profissionais com programação baseada nas principais demandas dos donos de micro e pequenas empresas. O evento é gratuito e conta com a participação de parceiros estratégicos do Sebrae Minas. Público: MPEs. *Este evento conta com a parceria da ACIA, Sindcomércio e Poços Convetion Bureau

O evento ocorrerá nos dias 25 e 26 de agosto, em Divinópolis, MG. Associado, confira os requisitos para participar da feira: - As inscrições e cancelamentos deverão ser realizadas ate dia 07/08/2017 - 10 participantes no mínimo sendo um empresário por empresa. - Cadastro sujeito a análise e aprovação mediante CNPJ . - Empresas participantes : moda masculina e feminina , moda praia. - Compras de no mínimo R$3000,00 . Não alcançando o valor o empresário terá uma taxa de R$100,00 reais . -O CNPJ convidado tem que ter no mínimo R$3.000,00 em compras no evento para garantir o subsídio da próxima feira. Informações: 37 9 9116 2811 ou contato@varejoativo.com.br Link para fazer as inscrições: (depois de inscrito, entraremos em contato para passar informações e confirmar com o comprador a vinda dele.) https://www.sympla.com.br/feira-minas-veste-brasil---verao__161759

Em razão da nota técnica N° 2/2017/GAB-DODC/SENACON, expedida pelo Ministério da Justiça em 30 de Junho do corrente ano, sobre a proibição da prática de diferenciação de preços em razão do genero (Homem ou Mulher), em bares, restaurantes, casas noturnas e estabelecimentos correlatos, o Procon Municipal alerta para penalidades previstas no artigo 56 do Código de Defesa do Consumidor. Dúvidas poderão ser retiradas através dos telefones: 3697 - 2260 ou 3697 - 2385

O gerente de Relacionamento do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Leandro Horta estará Poços de Cladas na próxima quinta-feira,dia 27 de Julho, às 08:30, participando do Café Empresarial da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária Poços de Caldas, quando se reunirá com correspondentes bancários e empresários da Acia, Sindicato do Comércio, CDL e Sindicato dos Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares, com objetivo de discutir as possibilidades de financiamento para micro e pequenas empresas. A atuação por meio de Correspondentes Bancários, viabilizada pelas parcerias com cooperativas de crédito e federações de caráter associativo e sindical credenciadas, e também por meio da concessão de crédito on-line, permite ao BDMG estar presente em todas as regiões do Estado. O BDMG possui linhas de crédito com taxas de juros a partir de 1,22% ao mês, carência de até três meses e prazo máximo de 60 meses para pagamento. Atuar junto ao segmento de micro e pequenas empresas reforça o propósito da instituição de trabalhar em prol do desenvolvimento socioeconômico sustentável de Minas Gerais, atuando para diversificar a economia e gerar mais e melhores empregos. Para conhecer os correspondentes bancários de cada região visite o site: http://www.bdmg.mg.gov.br. Local: auditório da Acia - Rua Prefeito Chagas - 459 - 3° andar.

Na última terça-feira, dia 04 de Julho, o secretário de Governo da Prefeitura Municipal, Celso Donato, participou da reunião de diretoria da Associação Comercial, Ind. e Agropecuária, e detalhou a situação financeira dos cofres públicos, alegando que o Executivo está renegociando as dívidas com fornecedores e aluguéis porque as contas estão fechando com déficit nos últimos meses, porém não há como dispensar funcionários porque dos 6.300 nada menos que 5.900 são concursados. Diante da situação, o secretário informou que será necessário um aumento venal do IPTU, cujos valores estão desiguais entre os imóveis de regiões privilegiadas em comparação com os de bairros distantes do centro. Os diretores da Acia cobraram maior agilidade nos diversos setores da Prefeitura, principalmente na Secretaria de Planejamento. "O Poder Público precisa incentivar a abertura de empresas e desburocratizar os projetos que ficam amarrados aguardando aprovação", disse o presidente Márcio Roberto de Oliveira, acrescentando que o Plano Diretor e atendimento das necessidades da Junta Comercial também são temas que a Administração Municipal deve acompanhar de perto. PEDÁGIO NAS RODOVIAS DO SUL DE MINAS Também esteve presente na reunião de diretoria da Acia o vereador Gustavo Bonafé, que veio ouvir a opinião da entidade sobre a pretensão do Governo do Estado em privatizar as rodovias de nossa região, e obviamente a cobrança através de pedágio. Segundo ele, existe um movimento contrário, porém os que concordam alegam que o preço deve ser bem menor do que foi previamente anunciado, em torno de R$ 7,00. No entanto, os empresários alegaram que os motoristas já pagam o IPVA, entre outros impostos, e que portanto, o governo tem a obrigação de manter as estradas em boas condições, gratuitamente.

O Governador Fernando Pimentel, o prefeito de Poços de Caldas, Sérgio Azevedo, e o presidente mundial da Estrella Galícia, Ignácio Rivera Quintana, assinaram protocolo de intenções para implantação de uma unidade da marca espanhola, mundialmente conhecida no Distrito Industrial de nossa cidade, com previsão de inauguração para o primeiro quadrimestre de 2019, iniciando com um investimento de R$ 100 milhões na primeira fase, e produção de 20 milhões de litros anuais. É a primeira fábrica fora da Espanha, e Poços de Caldas foi escolhida devido sua água, mas principalmente por ter atendido as exigências da empresa, além da proximidade dos grandes centros consumidores. "Nossa intenção inicial é que Poços venha alavancar a produção de nossa marca no Brasil, e posteriormente para toda América do Sul", disse Ignácio Rivera. O prefeito Sérgio Azevedo e o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Flávio Faria, anunciaram que o Município está investindo cerca de um milhão e meio de Reais em infraestrutura no Distrito Industrial, com objetivo de atrair outras empresas para Poços, e comemoraram a conquista de uma grande multinacional como é a Estrella Galícia. Também o Governador Fernando Pimentel fez questão de mencionar que os diretores da empresa manifestaram interesse na implantação da fábrica em Minas, e os cumprimentou pela escolha de Poços. O presidente da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária P. Caldas, Márcio Roberto de Oliveira, prestigiou a solenidade, a convite do vice-prefeito Flávio Faria, e disse que o fato da Estrella Galícia ter escolhido nossa cidade é motivo de orgulho para todos. "Para nós, poços-caldenses, além da geração de emprego e renda, esta conquista trará inúmeros benefícios. O prestígio do nome da cidade e suas águas serão associadas a uma marca Premium, de alto índice de penetração em todo o Brasil, com grande exposição na mídia nacional, e investimentos diretos e indiretos, que trarão novo vigor para nossa economia. Meu sentimento é de orgulho e felicidade em representar a Acia neste evento, conhecer toda a cúpula que dirige a indústria, e colocar nossa entidade a disposição dos novos investidores, e desejamos uma parceria conosco de muito sucesso. Parabenizo todos os envolvidos na negociação que finalizou com esta vitória de Poços de Caldas na disputa com outras 50 cidades do país." , concluiu o presidente da Acia, que nas fotos aparece ao lado do presidente da marca, Ignácio Rivera Quintana, e do diretor da empresa, Juan Paz, com o Governador Fernando Pimentel, o prefeito Sérgio Azevedo, o vice-prefeito, Flávio Faria, o representante da Sedet, Rafael C. Maria, e com o Secretário de Governo, Celso Donato.

Os diretores da Associação Comercial, Ind. e Agropecuária ouviram do Secretário de Serviços Públicos, Thiago Biagioni, do Chefe da Fiscalização da pasta, Flávio Ortega, e do coordenador da Coleta Seletiva de Lixo, Márcio Santos, os trabalhos já iniciados para ampliação e profissionalização da Coleta Seletiva, que atualmente recolhe 130 toneladas e que deve passar das 300 toneladas com a ampliação estendida aos bairros e demais regiões antes não atendidas. Segundo eles, inicialmente está sendo feita uma conscientização dos moradores e comerciantes para que separem o lixo orgânico do reciclável, explicando a diferenciação dos dias, horários e equipes diferentes nas duas coletas. É importante que os empresários priorizem a doação dos recicláveis com as equipes da secretaria que estarão identificados com coletes e crachás da coleta seletiva.Também foi apresentado plano de inclusão social dentro do setor de reciclagem. A Acia participará ativamente do projeto. Os vereadores Lucas Arruda e Ricardo Sabino dos Santos manifestaram aos diretores da Acia a intenção de retomar o assunto sobre padronização de calçadas e sua adaptação às normas de acessibilidade. Foi entregue aos mesmos a proposta discutida com associados e gestão anterior. Já a Secretária de Promoção Social, Luzia Martins, e o Secretário de Esportes, Wellington Albert, o Paulista, apresentaram ideia de uma promoção esportiva no final do ano, " Jogos Solidários", envolvendo todas as entidades beneficentes, que receberiam as doações das inscrições dos atletas, e as empresas poderiam colaborar diretamente inscrevendo seus funcionários na competição. A Acia estará apoiando o evento, inclusive na realização, e em breve será feito o anúncio oficial com todos os detalhes já definidos e programados. A Secretária Luzia Martins informou ainda, a assinatura de um convênio com o Governo Federal que destinará verbas para a realização de uma ampla pesquisa sobre o mercado de trabalho em nossa cidade, cujo conteúdo será útil para a oferta de cursos profissionalizantes. Luzia também fez um resumo do trabalho que está sendo realizado por sua pasta nestes primeiros seis meses de administração.

Melhor prevenir do que remediar. Pense na segurança antes que o prejuízo venha! Acesse e saiba como regularizar sua edificação: www.bombeiros.mg.gov.br/regularize-a-sua-edificacao.html

Entre em contato com a ACIA e saiba mais sobre as informações cadastrais do seu CPF!

Para quem não conhece o Centro Judiciário de Solução de Conflitos, a ACIA traz maiores informações sobre suas funções. Saiba mais: O CEJUSC é um meio de resolução de conflitos no qual as partes confiam a uma terceira pessoa (neutra), o conciliador ou o mediador, a função de aproximá-las e orientá-las na construção de um acordo amigável, de forma rápida e sem custos, através do estímulo das partes ao diálogo e à negociação, para chegar a um acordo satisfatório, antes do ajuizamento da ação ou durante um processo judicial. Os interessados deverão dirigir-se à unidade do CEJUSC com os documentos necessários, não sendo necessário acompanhamento de advogado, e todo o trabalho será gratuito. Após o relato da parte promovente, a parte promovida será convidada a comparecer em data e horário designados na unidade.

Para você, empresário de pequenos negócios, o Sebrae oferece um curso de aperfeiçoamento para obter melhores resultados com vendas. - Saiba como melhorar o desempenho das vendas da sua empresa; - Entenda o processo de compra do cliente e aprenda as melhores formas de fidelizar o consumidor; - Aprenda a aperfeiçoar o planejamento e o gerenciamento da equipe de vendas. Faça sua inscrição e participe! *Valor: R$270,00 Para mais informações ligue: (35) 3722-3352 Do dia 26 a 29 de junho. 18 as 22h Local: Sebrae; Rua Marechal Deodoro, 274, Centro - Poços de Caldas.

O presidente da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária, Márcio Roberto de Oliveira, o vice-presidente Comercial, Rodrigo Rezende, e os diretores Sebastião Marques, Luiz Gaiga e Fabiola Arida, prestigiaram a solenidade do voo inaugural Poços-BH no dia 02 de Junho, oportunidade em que o Secretário de Estado de Governo, Odair Cunha, e o diretor da Codemig, Zito Vieira, reafirmaram que somente foi possível a implantação do projeto "Voe Minas" em Poços devido a pesquisa encomendada pela Acia e realizada pela Puc, que demonstrou haver demanda de voos para a Capital Mineira, mas reiteraram a necessidade de utilização por parte da população local e da região. Márcio R. Oliveira fêz parte do palanque de autoridades e disse que a Acia espera prioridade de seus associados em prestigiar o projeto do Governo do Estado para que dê continuidade e até melhorias conforme as demandas. " Quando assumi a presidência da Associação, em 2.014, coloquei como prioridade a reivindicação destes voos para BH, e fico muito satisfeito em ver esta conquista atendida, com horários flexíveis e aeronave Cesna Grand Caravan reconhecida como segura e eficiente. Agora só depende dos empresários, líderes de entidades e população na utilização destes voos para quem sabe, até a ampliação do projeto para outras regiões do país", disse o presidente da ACIA. CUSTO BENEFÍCIO Os voos Poços-Belo Horizonte serão de segunda à sexta, saindo de Poços às oito da manhã, com escalas em Varginha nas terças e quintas e em Pouso Alegre às segundas, quartas e sextas-feiras, indo diretamente para o Aeroporto da Pampulha, no centro da Capital, e retornando às 15:30 e chegando em Poços por volta de 17:30. O preço será de R$ 900,00 de segunda à quinta, e de R$ 1.000,00 na sexta, compradas antecipadamente através do site: www.voeminasgerais.com.br onde o passageiro também receberá todas as instruções sobre o voo. O presidente da Acia lembra que os empresários, autoridades e população em geral, sempre tiveram muita dificuldade para se deslocarem até a Capital Mineira, devido o tempo e custo de viagem, normalmente utilizando hotéis para que retornassem apenas no outro dia. "Agora, com este projeto, ele poderá sair de Poços no início da manhã, cumprir os compromissos em BH e estar aqui de volta antes do anoitecer. Ou seja: o preço da passagem terá retorno com o custo benefício", disse Márcio R. Oliveira, que concluiu: "Este é mais um importante serviço que conquistamos para os associados, e contamos com sua adesão para que possamos viabilizar outros projetos".

A Acia traz para vocês um curso que tem como função apresentar o papel e as habilidades necessárias ao profissional de vendas em uma empresa, possibilitando aos participantes desenvolverem suas competências e compreender os benefícios da gestão estratégica de vendas. Atenção: Vagas Limitadas! Data: De 26 a 29 de junho/2017 Horário: 18hrs às 22hrs Local: Sebrae Poços de Caldas (Rua Marechal Deodoro, nº274, Centro. Telefone: (35)3722-3352

Na próxima quinta-feira, dia 15 de Junho, será feriado nacional de "Corpus Christi". O Sindicato do Comércio de Bens, Serviços e Turismo informa que as lojas de Poços de Caldas poderão abrir normalmente, seguindo Acordo Coletivo firmado com o Sindicato dos Empregados. No entanto, será necessário que o lojista comunique seu contador antecipadamente, para que o mesmo providencie as exigências que constam nos artigos relacionados na Convenção Coletiva, evitando problemas com a fiscalização do Ministério do Trabalho.

As lojas de Poços de Caldas estarão abertas nesta sexta-feira, dia 09 de Junho, e no sábado, dia 10, das 09 às 20 horas, de maneira que os casais possam ter tempo suficiente para as compras antecipadas do "Dia dos Namorados", que será comemorado na próxima segunda-feira, dia 12, esta que é uma das melhores datas de vendas do comércio local; O Horário Especial faz parte da Convenção Coletiva de Trabalho, firmada entre os sindicatos patronal e dos Empregados no Comércio. No domingo, dia 11 a abertura é de livre iniciativa dos lojistas, desde que respeitados os artigos da referida Convenção.

No dia 28/06 será realizada uma palestra sobre Comércio Eletrônico para os empresários de Poços de Caldas que possuem ou se interessem em iniciar um projeto nessa área. O advogado Gabriel Gaiga, especialista em direito empresarial e consultor da Acia Poços, falará sobre os aspectos jurídicos da área e você pode se inscrever online e obter maiores informações nesse link: http://bit.ly/2rEcyAt Não perca essa oportunidade! LOCALIZAÇÃO: ACIA Poços de Caldas Prefeito Chagas, 459, 2º andar Centro Poços de Caldas, MG. 37701010.

Durante o Café Empresarial da Acia o Comandante do 29° Batalhão de Polícia Militar, Tenente Coronel Sandro Wesley de Oliveira, e o chefe do setor de Planejamento da instituição, Capitão Leonardo Abdala Guimarães, explicaram o motivo de até hoje não ter sido implantado o sistema eletrônico anunciado ano passado pela parceria da Associação Comercial com a PM, no qual os policiais acompanhariam a movimentação nas ruas através das câmeras externas das empresas previamente cadastradas. Segundo eles, devido à complexidade do trafego de imagens e dados, que o setor de tecnologia da PM baixou instruções sobre a forma de se prover um sistema de monitoramento específico para a polícia, e que ainda não foi possível aplicar em nossa cidade. O presidente da Acia, Márcio Roberto de Oliveira, disse que a associação aquiriu os equipamentos solicitados pela PM, e que lamentava a não implantação do projeto, mas afirmou que irá discutir a questão com outras entidades para posteriormente levar a reivindicação ao prefeito Sérgio Azevedo e ao secretário de Defesa Social, Marcos Tadeu S. Sansão, já que é uma prioridade para agilizar e modernizar o trabalho dos policiais. A demora no atendimento do telefone 190 também foi abordada na reunião, e o comandante explicou que existem até cinco ramais no Copom, porém normalmente estão ocupados e dão a impressão de que os profissionais não estão atendendo, mas disse que se reuniu com a equipe do setor e pediu empenho para agilizar o trabalho. Entretanto, segundo ele, normalmente as viaturas estão empenhadas em prioridades, e esta é a razão do atraso nos atendimentos, devido a necessidade de um efetivo maior de policiais. O trabalho da Patrulha do Comércio, formada através de um Whatsapp dos associados da Acia diretamente com a PM foi elogiado pelos empresários, que solicitaram maior número de rondas policiais nas áreas enumeradas pelos presentes no encontro. O presidente da Acia agradeceu a disponibilidade do comandante em se reunir com os associados da entidade, e acrescentou que a Segurança Pública é prioridade para todos os segmentos da sociedade. “Penso ser importante o entendimento por parte das autoridades a necessidade urgente de construirmos um presídio com condições de recuperarmos os infratores, de maneira que quando retornarem ao convívio da sociedade, deixem de lado a criminalidade e se tornem pessoas do bem, e nós continuarem a debater esta questão quantas vezes forem necessárias aqui na Acia”, concluiu Márcio Roberto de Oliveira.

? O presidente da Associação Comercial, Márcio Roberto de Oliveira, e o Tesoureiro da entidade, Paulo Roberto Monteiro, anunciaram parceria com a Santa Casa de Misericórdia, no sentido de proporcionar a troca do enxoval de roupa de cama,completo, que é realizada durante o ano. Este enxoval tem o custo aproximado de 25 Mil Reais."Temos um representante no Conselho da Santa Casa, que é o Sr. Paulo Monteiro, e ele nos disse da dificuldade da instituição em continuar atendendo a população com eficiência, uma vez que o repasse do SUS não cobre todas as despesas, e que o Hospital tem contato com diversas formas de colaboração. A associação, com objetivo de auxiliar nas várias campanhas que o hospital realiza, pensou nesta mobilização com nossos associados, despertando no empresariado o interesse em estar contribuindo com apenas R$ 4,00 (quatro Reais) por mês no boleto de mensalidade da Acia. Contribuição esta que será opcional, mas estamos fazendo um apelo para que paguem esta pequena quantia por questão humanitária e que será representativa para a instituição que atende 80 cidades da região, e que não pode recusar o atendimento devido o convênio com o SUS, e será uma forma de ele cumprir seu papel social perante a comunidade. Também pretendemos mobilizar as demais entidades para que venham somar conosco nesta questão humanitária", completou o presidente da ACIA. A provedora da Santa Casa, Célia Maria de Souza, disse que a instituição tem buscado capacitação de recursos com várias entidades, e agradeceu a iniciativa da Acia. "Esta parceria vai nos ajudar muito, pois temos troca de 600 lençóis diários, que são lavados quatro até cinco vezes ao dia. Cada um ajudando um pouco será significativo, pois temos um déficit mensal elevado, e 92% do nosso atendimento é pelo SUS, e todo tipo de colaboração, como esta de agora da Associação Comercial será muito importante para mantermos o atendimento da população carente", concluiu ela. Na foto, o presidente da Acia, Márcio Roberto de Oliveira, com o tesoureiro da entidade, Paulo R. Monteiro, a provedora da Santa Casa, Célia M. de Souza, Pedro Funchal, da Comunicação e Renata Cassia Cassiano, Superintende do Hospital.

Na próxima quinta-feira,dia 27 de abril, às 08:30, a Associação Comercial, Industrial e Agropecuária Poços de Caldas estará realizando mais um "Café Empresarial", em sua sede na Rua Prefeito Chagas, 459, 2° andar, e desta feita o convidado será o Comandante do 29° Batalhão de Polícia Militar, Ten.Cel. Sandro Weslei de Oliveira, que estará ouvindo as demandas de nossos associados, e ao mesmo tempo anunciando medidas para melhorar a segurança pública, de forma geral. Contamos com sua presença. Atenciosamente! Márcio Roberto de Oliveira Presidente

O 1º Seminário da Micro e Pequena Empresa. O evento aconteceu no auditório do Sindicomércio e é uma parceria da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico com o Sebrae e a Acia (Associação Comercial e Industrial), com apoio do Instituto Federal, Sindicato dos Contabilistas, Sindicomércio, DMAE, do DME, Câmara Municipal e Autarquia Municipal de Ensino. O tema do seminário foi “Oportunidades e incentivos do poder público municipal para micro e pequenas empresas de Poços de Caldas”. Houve palestra com um consultor do Sebrae e debates sobre como os empresários podem participar mais efetivamente dos processos licitatórios do governo do município. A abertura teve presença do prefeito Sérgio Azevedo, do vice e secretário de Desenvolvimento Econômico, Flávio Faria, do vice-presidente da Acia, Rodrigo Geraldi, do analista de Políticas Públicas e Desenvolvimento Territorial do Sebrae, Cássio da Silva, da presidente do Sindicato dos Contabilistas, Renildes de Almeida, e do vice-presidente da Câmara, Lucas Arruda. Segundo Faria, a cidade precisa de mais incentivo no setor. “Poços não avançou muito na valorização das micro e pequenas. Queremos construir ações buscando valorizar esse segmento para o crescimento da economia”, ressaltou. O seminário é a primeira de outras ações que a Prefeitura deverá fazer na área. O vice-presidente da Acia destacou o papel das empresas menores na economia do município e necessidade de investimento. “As micro e pequenas empresas são responsáveis pela grande geração de empresas em cidades do porte de Poços de Caldas. Precisamos que Poços vá além economicamente”, disse. O prefeito enfatizou que o poder público pode fazer mais pelas micro e pequenas empresas e que mais empresários locais precisam saber como participar de licitações da Prefeitura. “Hoje, de 15% a 20% das nossas compras são feitas por empresas de fora. O ideal é que 100% seja aqui em Poços, daí a importância das pessoas estarem aqui participando deste seminário”, afirmou.

Durante a reunião na sede da Associação Comercial, a gerente comercial da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, Edineia Arcanjo Hosken, garantiu que o projeto “Voe Minas” pode ser implantado em Poços de Caldas, desde que haja demanda de passageiros, cinco por voo, e demonstrou imagens da aeronave Cessna C208 Caravan de 9 lugares, sendo que a Codemig subsidia 4 e os outros 5 ficam por conta dos órgãos públicos e das classes empresariais, e fez uma estimativa de que o preço da passagem, ida e volta para a Capital Mineira seria em torno de R$ 700,00. Ao abrir a reunião, o presidente da Acia, Márcio Roberto de Oliveira, disse que a entidade solicitou e a PUC realizou um levantamento sobre a questão, e confirmou que haverá demanda de passageiros abrangendo, além da classe empresarial, entidades como a OAB, Judiciário, Clubes de Serviços, entre outros, além de acreditar que o setor turístico receberá grande número de pessoas vindas de todo país. Márcio lembrou que esta é uma antiga reivindicação de sua entidade, e que as sugestões apresentadas pelos empresários naquele momento traduziam o interesse da classe. " Quero parabenizar o prefeito Sérgio Azevedo por ter convidado a diretoria da Codemig para uma conversa dentro da Acia, pois ele sabe que sempre seremos parceiros nos projetos que atendam os interesses de toda a comunidade, como é o caso do Voe Minas", acrescentou o presidente da Acia e do Sindicomércio. O prefeito Sérgio Azevedo disse que teve a iniciativa de trazer a representante da Codemig para confirmar a necessidade de implantação do projeto em Poços. “ Tenho certeza que teremos esta demanda de passageiros, até porque várias pessoas daqui vão para Campinas tomar o voo para BH, e a comodidade certamente irá atrair não só os poços caldenses, mas também os moradores da região”, disse o prefeito. Empresários e representantes de entidades que participaram da reunião também se manifestaram de maneira positiva. Um dos mais animados com esta possibilidade é o presidente do Sindicato dos Hotéis, Waldir Miguel, que está certo de que a reativação dos voos trará ainda os turistas da capital, o que não ocorre hoje devido a distância. “Vamos sair de uma perigosa Fernão Dias, com um trecho de cinco ou seis horas, para chegarmos a BH em menos de uma hora, desembarcando na Pampulha, região central, e fácil acesso, o que irá facilitar a vida de todos”, disse Miguel. Já o piloto e entendedor da questão, Aníbal Togni, disse que há mais de vinte anos luta para conseguir este voo dentro da Acia, até para quem for viajar para outros estados ou países porque ficará bem mais fácil ir direto para BH ao invés de São Paulo. Ao final do encontro o prefeito Sérgio Azevedo e o presidente da Acia, Márcio Roberto de Oliveira, anunciaram que estarão providenciando um formulário para ser preenchido pelas empresas locais, exatamente para que haja uma confirmação das datas e horários que possam atender as necessidades de todos.

No dia 23 acontece o 1º Seminário da Micro e Pequena Empresa. O evento é uma parceria da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico com o Sebrae e a Acia (Associação Comercial e Industrial) e tem apoio do Instituto Federal, Sindicato dos Contabilistas, Sindicomércio, DMAE, do DME, Câmara Municipal e Autarquia Municipal de Ensino. O tema é "Oportunidades e incentivos do poder público municipal para micro e pequenas empresas de Poços de Caldas". "Estamos com um olhar especial para as micro e pequenas empresas a partir de agora", destaca o secretário de Desenvolvimento Econômico, Flávio Faria. O seminário deverá ser a primeira de várias ações voltadas ao setor. Haverá palestras e debates com consultores do Sebrae e também dos outros parceiros. O evento será realizado às 15h, no auditório do Sindicomércio, que fica na rua Prefeito Chagas, 459, 8º andar, centro. A participação é gratuita. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3697-2060. Haverá palestras e debates com consultores do Sebrae e de outros parceiros

A Associação Comercial, Industrial e Agropecuária Poços de Caldas reuniu no Café Empresarial o Delegado da Receita Federal da Região,Dr. Daniel Oliveira Ribeiro, a secretária da Promoção Social, Luzia Teixeira Martins, o Vice Prefeito e Secretário da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Professor Flávio Faria, e a presidente do Sindicato dos Contabilistas, Renildes Dantas de Almeida, para tratar do assunto de muita relevância para o Município que é o retorno de uma porcentagem do Imposto de Renda pago pelos contribuintes Pessoa Física 6% ou 3% e Pessoa Jurídica – Lucro Real 1% Dr. Daniel Oliveira Ribeiro falou da legalidade deste repasse e a importância deste valor para o Município e reforçado pela Luzia Teixeira Martins que destacou a importância deste dinheiro para as ações sociais que e foi em Poços com este repassa que não custa nada a mais para o Contribuinte. A Presidente Sindicato dos Contabilistas explicou que há uma relação com esta doação e Malha Fiscal, mas que não passa de um tabu é só o empresário quando for fazer sua declaração solicitar ao contador que faça esta contribuição. O encontro focou mais na Pessoa Física que entramos no momento da entrega do Imposto de Renda da Pessoa Física que é irá até o dia 28/04/2017 e que cada contribuinte que entrega sua declaração no modelo COMPLETO, poderá destinar 3% para o FIA ( Fundo da Infância e Adolescência), e para o (Fundo Municipal de Promoção Social) que também é destinado a outras entidade do Município, desde que a pessoa vai a secretária de promoção social e faça sua solicitação por escrito para a entidade que sua contribuição seja destinada. Este Valor é destacado da Declaração do Imposto de Renda de 3% do valor do imposto devido na entrega de sua declaração e dever ser pago em DARF distinto e pago dentro do prazo legal, ou seja até 28/04/2017, data limite para entrega da declaração. Esta porcentagem pode ser de 6% destacada dentro do ano em curso ou no ano seguinte na entrega da Declaração apenas 3%. Podendo ser também destacado do Imposto de Renda da Empresa Tributada pelo Regime do Lucro Real. Após várias colocações dos diretores e associados presentes, inclusive sobre as novidades na Declaração do Imposto de Renda, o presidente da Acia, Márcio Roberto de Oliveira, agradeceu a presença esclarecedora do Delegado da Receita Federal, e dos demais participantes, e disse que existe um mito a ser derrubado por parte do empresário que é a destinação de recursos do Imposto de Renda para fins sociais, esportivos e culturais, e que a entidade fará o possível para ajudar nesta conscientização do empresariado. "Tenho certeza que quando for bem informado o empresário fará questão de colaborar com o programa", finalizou ele. Nas fotos, autoridades explicando aos diretores e associados da Acia a importância de esclarecer os empresários locais sobre o repasse do Imposto de Renda para programas sociais do Município.

Vamos viajar? Estamos indo participar da feira Minas Veste Brasil – MVB2017. Nós da ACIA já preparamos tudo, para que você não tenha que se preocupar com nada. Transporte e hospedagem são por nossa conta! (sujeito à aprovação do cadastro como comprador) A feira acontecerá em Divinópolis/MG com mais de 70 fabricantes. Se você vende moda feminina, masculina, infantil, fitness, plus size, moda praia ou acessórios, tem que aproveitar. São condições exclusivas e imperdíveis para renovar o seu estoque e conhecer novas marcas. Ligue agora para 35 3697-4400, consulte condições e garanta o seu lugar nesta missão! #vamosJUNTOSaoMVB2017

A secretária de Promoção Social, Luzia Teixeira Martins, ouviu elogios dos diretores da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária, pelo fato de ter demonstrado interesse em ouvir e discutir com os empresários a questão do aumento do número de pedintes na cidade, " pois a pessoa que ocupou a pasta na última Administração foi convidada várias vezes para discutir a questão e se omitiu. Muito mais do que pressionar, queremos somar com sua pasta, pois sei que o assunto é complexo e cauteloso, mas queremos dar nossa contribuição com campanhas de orientações aos cidadãos e turistas, no sentido de que possam ajudar as diversas instituições beneficentes da cidade, e não darem esmolas pelas ruas, o que motiva a pessoa pedir ajuda quando deveria procurar trabalho", disse o presidente da Acia, Márcio Roberto de Oliveira. Por seu lado, a secretária disse que ainda está tomando conhecimento de todos os assuntos que envolvem a Promoção Social, mas ficou satisfeita com a possibilidade de contar com a Acia na referida campanha. Também foi discutida a possibilidade de pedintes trabalharem no recolhimento de Lixo Reciclável. Com o secretário de Serviços Públicos, Thiago Biagioni Ribeiro, o assunto Coleta Seletiva também foi tratado, principalmente da falta de uma política pública para os catadores. Porém, o assunto que ocupou maior espaço da reunião foi o combate aos ambulantes, e o secretário garantiu ter todo apoio do prefeito no sentido de aperfeiçoar a fiscalização, já que o novo Código de Posturas garante mais atitudes contra os que insistirem na irregularidade, "mas para isso precisamos do apoio incondicional da Polícia Militar", garantiu Thiago. A Acia quer uma ação também contra os ambulantes nas entradas da cidade, "notadamente aqueles que estão armando barracas como se fossem donos dos espaços públicos e vendem produtos sem procedência, fiscalização e conservação de alimentos", disse o vice-presidente agropecuário da entidade, Gabriel Bertozzi. Já o Procurador Geral do Município e Chefe do Procon, Dr. Fábio Camargo de Souza, e a advogada do órgão de defesa do consumidor, Dra. Fernanda Soares, desejam realizar uma campanha de orientação dos direitos e deveres dos comerciantes e dos consumidores. "Notamos que faltam informações a população e aos empresários sobre o que exatamente pode ser exigido de acordo com o Código de Defesa do Consumidor, pois várias reclamações são perfeitamente resolvidas entre as partes, mediante este conhecimento", disse Dr. Fábio, que terá todo apoio da Acia nesta iniciativa. Durante a reunião o titular do Procon garantiu estar caindo o número de reclamações do comércio no Procon, mas que setores de telecomunicações, bancos e autarquias da Prefeitura ainda liderem as queixas. "Preços diferentes dos folhetos de divulgação, produtos fora do prazo de validade e forma de pagamento com o cartão de crédito ainda são as reclamações frequentes relacionadas aos comerciantes, e com esta campanha podemos diminuir ainda mais a procura do Procon", disse Dr. Fábio Camargo.

Diretores e Conselheiros da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária Poços de Caldas receberam no último dia 17 de janeiro, em sua sede, todos os 15 vereadores para reafirmar o interesse em manter a parceria com a Câmara Municipal, e também para confirmar o desejo da entidade em ampliar sua aproximação com o Legislativo, nas discussões dos assuntos que possam afetar diretamente a classe empresarial, e em certos casos da comunidade como um todo. Em nenhum momento da reunião houve por parte de algum diretor ou conselheiro da Acia expressões que pudessem passar a ideia de cobrança aos vereadores, até porque os trabalhos da nova legislatura ainda não se iniciaram neste ano, e tão pouco que os vereadores devem seguir uma cartilha dos empresários. A Acia liderou a fundação do Fórum Poços de Caldas – Desenvolvimento e Cidadania, envolvendo as principais entidades de classe e Clubes de Serviços de nossa cidade, com o objetivo de debatermos com as autoridades competentes os assuntos prioritários de nossa população, e não apenas de alguns setores. Sobre a participação dos empresários nas discussões da Câmara Municipal e na política, a Acia informa que sempre participou das discussões quando acionada, e podemos destacar apenas as últimas: Reajuste de Energia Elétrica e Repasse de recursos do DME para a Prefeitura, Códigos Sanitário e de Posturas, Plano Diretor, Presídio, Pedintes, Menores e Adolescentes, Santa Casa, Prevenção de Enchentes, Tributos Municipais, entre tantos outros, e ainda podemos mencionar que o Fórum realizou debates com os candidatos nas últimas eleições para Deputados e para a Prefeitura, quando foram entregues propostas que visam o bem da comunidade, como infraestrutura, saúde, transporte, turismo, obras públicas e orçamentos da Administração Municipal. É bom ressaltar ainda que em todas as sessões da Câmara são acompanhadas no plenário por nossa assessoria, que nos mantém informados dos projetos e assuntos dos senhores vereadores e senhoras vereadoras. Conforme solicitado por alguns vereadores, ainda no primeiro semestre deste ano a Acia promoverá nova reunião, desta feita estendendo o convite aos seus associados, para que possam falar de seus trabalhos no Legislativo. Márcio Roberto de Oliveira - Presidente

O Sindicato do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Poços de Caldas comunica aos proprietários de estabelecimentos comerciais que o valor do novo salário mínimo, que entrou em vigor no último dia 1° de Janeiro de 2.017 é de: R$ 937,00 (NOVECENTOS E TRINTA E SETE REAIS), e que este será o valor a ser fixado no contrato de experiência de 90 dias, de seus novos colaboradores, segundo a Convenção Coletiva de Trabalho, parágrafo 3°. Qualquer dúvida, entre em contato com o seu sindicato patronal - 3712 - 2702 , ou na Rua Prefeito Chagas - 459 - 1° andar.

A parceria firmada entre a ACIA Poços e o escritório Gaiga Advogados garante ao Associado a consultoria jurídica gratuita para atendimento do Associado na sede da ACIA, todas as segundas-feiras, mediante prévio agendamento através do telefone (35) 3697-4400. A parceria dá direito ao associado a uma consulta gratuita, com advogado especialista em direito empresarial, nas áreas do Direito relacionadas ao desenvolvimento da atividade comercial, visando a prevenção, resolução e assessoramento em temas jurídicos para otimizar a atividade do Associado.

"Caros Associados, No dia 27/12/2016, entrou em vigor a Medida Provisória nº. 764 que permitiu a cobrança diferenciada de preços ao consumidor para pagamentos em dinheiro e cartões de débito ou crédito. Os comerciantes e prestadores de serviços que trabalham com essas diferentes formas de pagamento estão autorizados a praticar preços diferenciados de acordo com a escolha do consumidor no momento da compra ou da contratação dos serviços. Importante lembrar que essa prática era até então proibida por lei e há diversas decisões judiciais que autorizavam a fiscalização e imposição de multas contra os comerciantes e prestadores de serviços, sendo que a cobrança diferenciada passou a ser autorizada somente a partir do dia 27/12/2016 através da publicação da Medida Provisória nº. 764 que possui vigência de 120 (cento e vinte) dias, ou seja, essa determinação permanecerá vigente ao menos até o dia 25/04/2017. Para que continue válida após esse prazo, deverá ser aprovada pelo Congresso Nacional. Diante disso, os associados que receberam a Cartilha de Orientação aos Empresários sobre as questões de relações de consumo, devem desconsiderar o texto da pergunta número 28, que passará a ter a seguinte redação: 28) Pode praticar preços diferenciados para pagamento em dinheiro ou cartão? Com a publicação da Medida Provisória nº. 764, em 27 de dezembro de 2016, passou a ser permitida a cobrança de valores diferenciados para pagamentos realizados em dinheiro e cartões de débito e crédito. Essa Medida Provisória possui vigência de 120 (cento e vinte) dias e deverá ser aprovada pelo Congresso Nacional para permanecer em vigor após esse prazo. Manteremos os associados informados sobre qualquer novidade relacionada ao assunto. Qualquer dúvida ou esclarecimentos adicionais, a ACIA possui a assessoria jurídica aos associados realizadas todas às segundas-feiras mediante agendamento prévio. Atenciosamente, ACIA"

As 21 entidades que fazem parte do Fórum Poços de Caldas - Desenvolvimento e Cidadania: Associação Comercial, Industrial e Agropecuária, Adismig, Associação de Bares e Restaurantes, CDL, Cooperativa Reg. dos Cafeicultores, Lions Clube Águas Termais, Lions Clube Urânio, Lojas Maçônicas; Acadêmicos da Serra de S. Domingos, Cavaleiros do Planalto, Estrela Caldense, Fênix do Planalto, Luz e Fraternidade, Luz e União, e Timoneira do Sul de Minas, OAB-Ordem dos Advogados do Brasil, Poços Convention Visitors Bureau, Sindicato do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, Sindicato dos Contabilistas, Sindicato dos Hotéis, e Sindicato dos produtores Rurais, abaixo assinadas, que representam grande parte das empresas e da sociedade civil organizada assistiram perplexas o triste e constrangedor espetáculo proporcionado pela atual diretoria do DME em entrevista coletiva aos veículos de comunicação no dia 22/11/2016 ao anunciar a histórica redução dos valores da energia elétrica em nossa cidade, como se fosse este o desejo ou fruto do trabalho destes. A vitória se deu em primeiro lugar pelo incansável trabalho do CONCELL (Conselho de consumidores de energia elétrica), principalmente pelo empenho de sua presidente Arlene Mareca e do Sr. Cicero Machado que não mediram esforços para acompanhar todo o processo de revisão junto a ANEEL, estando inclusive em Brasília no momento que aquele órgão se pronunciou sobre a revisão. Ao contrário disto, a atual diretoria no DME estava também presente, acompanhada de advogados, contratados por valores consideráveis, trabalhando CONTRA a revisão tarifaria e CONTRA a diminuição do valor da tarifa. Mais uma vez, estamos todos perplexos em saber que o DME apresentou dois recursos a ANEEL com o objetivo de reverter o desconto já em vigor e solicitando novo aumento no preço da energia elétrica em nossa cidade. Fica aqui registrado o nosso repudio a este comportamento deplorável por parte daqueles que administram um patrimônio que é da coletividade ao tratar a sociedade como incapaz de compreender o que estes realmente tem feito para prejudicar a população e as empresas Poços Caldenses. Esperamos que a nova administração municipal, ao tomar posse em 01 de janeiro: - Informe a população em geral da situação econômico financeira do DME, inclusive com todos os valores de repasse a atual administração. - Divulgue para a população os nomes dos diretores e conselheiros que hoje compõem o quadro da empresa, para que todos tomem conhecimento dos responsáveis por esta gestão do DME que tanto prejudica a nossa cidade, as empresas, seus cidadãos e seus empregos. - Promova uma reformulação completa nas diretorias e conselhos da empresa, substituindo as nomeações politicas que por ventura houver, por pessoal capacitado e conhecedor do assunto a que fiquem responsáveis.

A ACIA deseja a todos os seus associados um Feliz, e abençoado, Natal!

O pagamento aos mais de seis mil servidores ocorreu semana passada e injetou 8.5 milhões de Reais no mercado local e o comércio já apresentou melhora nas vendas em todos os setores. Ao comunicar a antecipação ao presidente da Acia o prefeito Eloísio do Carmo Lourenço destacou: "Que nossos comerciantes tenham Boas vendas". Márcio Roberto de Oliveira comemorou a boa notícia e destaca o esforço do atual prefeito em manter o pagamento do funcionalismo em dia, fato este que não está acontecendo em muitos municípios brasileiros. CRIATIVIDADE PARA VENDER O presidente da Associação Comercial, e do Sindicato do Comércio, Márcio Roberto de Oliveira, exorta os lojistas a usarem da criatividade para manterem este dinheiro dos servidores da Prefeitura em Poços de Caldas. " É preciso atrair os consumidores com ofertas e descontos, porém a iniciativa de decorar e iluminar suas vitrines, capacitar o balconista para melhor atender o cliente, além de divulgar seus produtos, são as constantes orientações que passamos aos associados da Acia e Sindicomércio para que tenham sucesso nas vendas, e esta será uma semana fundamental para desfrutarem destas dicas", disse ele. As lojas ficarão abertas em Poços até as 22 horas até o dia 23 de dezembro; já na véspera do Natal, dia 24, sábado, o atendimento será apenas até às cinco da tarde. Assim, a Acia e o Sindicomércio alertam para que todos, inclusive da região do Sul de Minas e do Leste de SP venham fazer suas compras antecipadamente, evitando a tradicional correria de última hora.

Nesta sexta-feira,dia 09 de dezembro, às 20 horas, na Câmara Municipal, acontece a sessão solene em homenagem do Legislativo aos 80 anos da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária Poços de Caldas. Por se tratar de uma entidade, todos os associados pertencem à família Acia. Assim, contamos com a presença de todos os empresários em mais este evento comemorativo histórico de nossa associação. Márcio Roberto de Oliveira Presidente

Seguindo a Convenção Coletiva de Trabalho firmada entre o Sindicato do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Poços de Caldas, e o Sindicato dos Empregados do Comércio, está assim definida a abertura das lojas na cidade para o Natal: - Entre os dias 05 e 09 de dezembro - das 09 às 20 horas; - Do dia 12 até 23 - das 09 às 22 horas; - Sábados, dias 10 e 17 - das 09 às 20 horas; - Domingos, dias 11 e 18 - das 10 às 17 horas - Véspera do Natal - dia 24/12 - das 09 às 17 horas. Os empresários devem ficar atentos a Cláusula Décima Segunda do referido Acordo Coletivo, principalmente os parágrafos 1° - 2° e 3° sobre horas extras e compensação de folga dos colaboradores. Duvidas deverão ser dirigidas ao sindicato patronal, o Sindicomércio - Rua Prefeito Chagas - 459 - 1° andar - Telefone: 3712 - 2702

O Sindicomércio-Sindicato do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Poços de Caldas representa a classe empresarial da cidade. Assim, quando for necessário tirar dúvidas sobre a Convenção Coletiva de Trabalho: feriados - datas especiais - índice salarial dos funcionários, além das Contribuições Sindical e Confederativa, o empresário deve entrar em contato com o seu sindicato patronal. Anote: Rua Prefeito Chagas - 459 - 1° andar - Telefone: 3712 - 2702 e-mail: recepcao.sindicom@gmail.com

Considerado o essencial na eleição do engenheiro Sérgio Azevedo como novo prefeito de Poços de Caldas, o Dr.Carlos Eduardo V. Mosconi se reuniu com os diretores da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária, e debateu vários assuntos que interessam diretamente os empresários, destacando o turismo que é uma vocação de nossa cidade, precisa retomar investimentos e modernização, para que a cidade volte a ser procurada pelos visitantes brasileiros e do exterior, e mencionou o fato de que havia trabalhado, como Deputado Estadual, na busca de verbas para a construção do Centro de Eventos e Paço Municipal na Zona Sul, assim como os recursos para ampliação do aeroporto e o presídio. "Teremos que trabalhar bastante agora porque estes projetos ainda não foram implementados, mas que são prioritários para alavancarmos o turismo e a segurança na cidade", disse ele. O presidente da Acia, Márcio Roberto de Oliveira mencionou a importância de o futuro secretariado ser técnico, e com profissionais de Poços de Caldas, e que estejam abertos a ouvirem os empresários na condução de assuntos que impactam no desenvolvimento econômico do Município, citando como exemplo as secretarias de Fazenda, Planejamento, Promoção Social, de Trânsito, e de Serviços Públicos. " Nossa associação, assim como as demais entidades de classe de Poços que compõem o Fórum cidadania e Desenvolvimento , estão a disposição do novo governo para auxiliar e apoiar nas propostas que foram entregues aos candidatos a prefeito. Estaremos sempre a disposição quando procurados para opinar das medidas a serem tomadas, até para participarmos das discussões", disse Márcio Oliveira, que também é o presidente do Sindicato do Comércio. Também foi mencionado no encontro o fato de que Poços de Caldas não ter deputados na esfera Estadual e na Federal, o que provocou o distanciamento com BH e Brasília e a perca de recursos para a região. "Na época da eleição para deputados a Acia fará uma ampla divulgação no sentido de motivar os moradores a votarem nos candidatos da terra para elegermos nossos representantes na Assembleia Legislativa e no Congresso Nacional, finalizou o presidente da Acia, que recebeu o agradecimento do convidado pelo fato de os diretores da mesma se preocuparem com os rumos que serão traçados pelo futuro Governo Municipal. Nas fotos, Dr. Mosconi com o presidente e diretores da Acia.

As lojas, principalmente as especializadas em produtos para as crianças, estarão abertas nos dias 10 e 11 de outubro, segunda e terça-feiras próximas, das nove da manhã às oito da noite, de acordo com a Convenção Coletiva de Trabalho firmada entre o Sindicato do Comércio e a entidade representativa dos Empregados, e que deve ser seguida a risca por parte dos proprietários e seus contadores, evitando problemas com a fiscalização. No dia 12, data comemorativa para as crianças, será feriado nacional - Dia de N.S. Aparecida, mas os comerciantes poderão abrir normalmente seus estabelecimentos, desde que observem os artigos sobre trabalho nos feriados na referida Convenção. Segundo levantamento da Associação Comercial com as lojas de brinquedos, a expectativa de vendas para este ano aponta aumento entre 10 e 15% em comparação com igual data de 2015, devido à chegada dos lançamentos de marcas top, mas devido à crise, deve cair o valor dos presentes, como por exemplo: uma boneca de marca para as meninas custa entre 400 e 500 Reais, porém as que devem ter as maiores vendas são as de preços entre 50 e 100 Reais. Já para os meninos o brinquedo mais caro é o Lego, que sai em torno de 700 Reais, mas os que devem sair em maior número são os carrinhos que variam de 30 a 80 Reais. A Acia também apurou com os comerciantes do setor de brinquedos que houve uma pequena melhora nas vendas nos últimos dois meses, depois de um primeiro semestre em baixas. Isso explica a expectativa boa para o "Dia das Crianças", e também para as festas de final de ano.

Na próxima quinta-feira,dia 29 de setembro, às oito e meia da manhã, a Associação Comercial, Industrial e Agropecuária P. Caldas realiza mais um "Café Empresarial", com esta pauta: - Situação financeira e administrativa do Hospital da Santa Casa, com as presenças da provedora Célia Maria de Souza, e da coordenadora Renata Santos; - Campanha de Recuperação de Crédito que a Acia está programando para o mês de janeiro, atendendo reivindicações de associados, e que tem como objetivo incentivar os devedores a pagarem suas dívidas em condições especiais; - Expectativa dos empresários para as eleições municipais do dia 2 de outubro. Associado, você é nosso convidado especial. Compareça!

Atenta em promover seu processo de expansão para outras regiões do Estado, a Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio e Indústria de Minas Gerais começa a dar novos passos. Com o intuito de apoiar e contribuir para o fortalecimento comercial e industrial das cidades do interior, o presidente da Câmara, Valentino Rizzioli, juntamente com o secretário-geral, Leonardo Freitas, recebeu hoje, 30 de maio, na sede da instituição, em Belo Horizonte (MG), os novos delegados, que atuarão como representantes em estratégicos territórios mineiros. Estiveram presentes no encontro André Borgo, proprietário das empresas Comércio e Distribuição Allborg-Med e Tulha du Chef Gastronomia, que estará à frente da microregião de Barbacena; Gabriel Tarquinio Bertozzi, vice-presidente da Associação Comercial e Industrial de Poços de Caldas (ACIPC), responsável pela microrregião de Poços de Caldas, acompanhado por Antonio Carlos Molinari, proprietário da Cristais São Marcos e vice-presidente industrial da ACIPC; e Paulo José M. de Barros, presidente da Casa D´Italia de Juiz de Fora, que conduzirá as atividades na microrregião de Juiz de Fora. Abrindo a reunião, Rizzioli apresentou os objetivos gerais da Câmara e as atribuições e diretrizes de trabalho a serem desenvolvidas pelos delegados, que passarão pela identificação de empresas e empresários de origem italiana, estabelecer network com empreendimentos com potencial importador/exportador, criar sinergia e viabilizar a realização de eventos de promoção (seminários técnicos, missões à Italia, entre outros), além de promover a instituição e seus serviços. Reconhecendo a importância e o relevante papel dos delegados, Rizzioli reforçou que a atuação em cada região será desenvolvida de maneira personalizada, respeitando o tecido industrial local e as atividades que melhor se adequem às realidades. Em seguida, após o compromisso, os integrantes da reunião foram recebidos, no Consulado da Itália em Belo Horizonte, pela Cônsul Aurora Russi, quando, juntamente com os membros consulares de Minas Gerais, participaram de um almoço institucional, com a presença de representantes do Governo de Minas Gerais. Ainda durante o evento, avançaram as conversas para a identificação e nomeação de novos delegados, como é o caso da microrregião de Montes Claros, que poderá, em breve, ter um representante. Na foto, os vice-presidentes da Acia P. Caldas, Antonio Carlos Molinari e Gabriel Bertozzi, com os diretores da Câmara, no evento em BH. BENEFÍCIOS AOS EMPRESÁRIOS LOCAIS: A Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio e Indústria de Minas Gerais por missão ser uma efetiva ponte que possibilite a cooperação e o intercâmbio entre as empresas mineiras e o mercado italiano, além do mercado global. A Câmara assiste, de forma contínua e abrangente, o empresariado mineiro interessado em expandir sua fronteira comercial, assistindo-os com estratégias que fortaleçam suas relações comercias com o mundo. Por meio de uma rede global de relacionamentos, interligada por 80 câmaras italianas no mundo, presentes em mais de 50 países, e pelas mais de 100 câmaras de comércio na Itália, a Câmara Ítalo-Brasileira facilita o acesso ao mercado internacional, tornando mais efetivo o processo de internacionalização das empresas. Sobre os benefícios oferecidos pela Câmara aos associados da Acia, podemos destacar a exclusividades na promoção de oportunidades de negócios, condições especiais e subsídios para participar das melhores e maiores feiras italianas, participação de eventos de network com as maiores empresas nacionais e multinacionais sediadas em Minas Gerais. Com a filiação da ACIA a Câmara Ítalo-Brasileira pretende dar andamento a organização de um seminário em Poços de Caldas, sobre presença italiana em MG e internacionalização de empresa. A partir deste momento, verificaremos o interesse para organizarmos uma missão de negócio à Itália com empresários da região.

Durante duas horas os candidatos Sergio Azevedo, Eloísio do Carmo Lourenço, Waldemar Lemes Filho, Paulinho CouroMinas, Ricardo Senegal e Regina Cioffi ouviram atentamente as propostas das 21 entidades que compõem o "Fórum Desenvolvimento e Cidadania": Associação Comercial, Industrial e Agropecuária, Adismig, Associação de Bares e Restaurantes, CDL Poços, Cooperativa Reg. Cafeicultores-Café Poços, Lions Clube Águas Termais, Lions Clube Urânio, Lojas Maçônicas: Estrela Caldense, Fênix do Planalto, Luz e Fraternidade, Luz e União, Timoneira Sul de Minas, Acadêmicos da Serra S. Domingos, e Cavaleiros do Planalto, Rotary Club Sul, OAB Subseção Poços de Caldas, Sindicato do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, Poços Convention Vistors b Bureau, Sindicato dos Contabilistas, Sindicato dos Hotéis, Bares e Restaurantes e Sindicato dos Produtores Rurais, que estabeleceram um elenco de proposições de senso comum, com destaques para: Avanços Científicos e Tecnológicos, Busca do Bem Comum, Elevação dos Níveis de Educação e Cultura, Erradicação da Pobreza, Investimentos em Infraestrutura e Mobilidade Urbana, Meio Ambiente Saudável, Melhoria na eficiência nos serviços públicos, Políticas Públicas Eficazes, Redução das Desigualdades, Serviços de Saúde e Segurança Pública de Qualidade, Justiça e Solidariedade. As propostas básicas apresentadas aos candidatos foram: Excelência nos pontos turísticos, praças e jardins; nomear secretários e diretores nascidos ou que residam há, no mínimo, cinco anos em Poços; reativar voos comerciais no aeroporto local; criar pontos de policiamento fixos nas entradas da cidade e implantar o monitoramento por câmeras na área comercial; implementar política de ação social voltada para a reabilitação de moradores de rua e pedintes; construir local apropriado para eventos e shows; aprovar o Plano Diretor que privilegie a sociedade como um todo, evitando aumento de tributos e o desestímulo a investimentos e ao crescimento da cidade; administrar o DME de acordo com sua proposta de criação, aplicando preços competitivos, e proibir a retirada de dividendos ou recursos para a Prefeitura. Também foram apresentadas propostas para: Administração e Gestão Pública, com a reorganização do setor administrativo e criação de uma secretaria especifica para pequenas e médias empresas; Agropecuária e Zona Rural, com prioridades para as estradas vicinais, turismo rural e programa de incentivo à permanência das famílias no campo; Filantropia, com amparo e apoio a entidades filantrópicas, e solução definitiva para a gestão da Santa Casa; Economia e Finanças, com estimulo a expansão das empresas aqui radicadas, e readequação da mão de obra dos servidores públicos; Infraestrutura, com a construção de um novo presídio, finalização das obras das usinas de tratamento de esgoto, aterro sanitário, fiscalização da Serra de S. Domingos, padronização das calçadas e pavimentação adequada das ruas e avenidas, criação de um sistema de ciclovias, infraestrutura do Distrito Industrial, duplicação da Av. Bianucci e questões estruturais da Av. Irradiação, melhoria no atendimento das UPAs e postos de saúde, e construção do Paço Municipal e Centro de Convenções; Assistência Social, Educação e Cultura, com ampliação do número de Creches, controle de estoques e distribuição de medicamentos pela Farmácia Popular, implementar o programa Sacolão da Família, política de reaproveitamento e distribuição de sobras de alimentos para famílias carentes, e criar mais oportunidades aos artistas locais nos eventos promovidos pela Prefeitura; Segurança e Mobilidade, instalando radares nas vias de acesso, eliminar redutores próximos a faróis, requerer junto ao Governo do Estado aumento dos efetivos das polícias Militar e Civil, definir o real papel da Guarda Municipal, normatizar o estacionamento de ônibus de turismo na região central, e combater efetivamente o tráfico e uso de drogas; Serviços Urbanos, com a eliminação ou normatização para carros de som, implementar containers de coleta seletiva em vários pontos e proibir o uso das calçadas para estacionamento de veículos; Turismo, com incentivo a continuidade das apresentações da Orquestra Sinfônica e do evento "Sinfonia das ÁGUAS", criação de um roteiro turístico, liberação da Zona Azul aos sábados após as 12hs, liberação para estacionamento nas vagas destinadas a táxis após as 19hs, e garantir ao Conselho de Turismo o seu desempenho de acordo com seu estatuto e legislação. Os candidatos tiveram, em média, 15 minutos para comentarem as propostas do Fórum, e todos destacaram que os ítens mencionados constam em seus planos de governo, e se comprometeram a estudar com carinho todas as questões levantados pelas entidades representativas da cidade e, no final, o presidente da Acia e do Sindicomércio, Márcio Roberto de Oliveira, agradeceu a presença dos candidatos, enalteceu o "alto nível do Debate e a disposição dos mesmos em atender as demandas apresentadas", e acrescentou:"É preciso que haja eficiência na Administração Municipal, pois parafraseando um dois candidatos afirmou que a Prefeitura é a maior “empresa” de Poços de Caldas, seja em numero de funcionários ou pelo faturamento. E que a falta de eficiência do Governo Federal gerou esta crise aguda que vivemos. Afirmou com pesar que ano passado mais de 250 empresas encerraram suas atividades na cidade e que espera eficiência do eleito. Convidou ainda o próximo prefeito a se reunir com o Fórum Cidadania e Desenvolvimento após seis meses de seu mandato, para nos dar uma posição sobre as propostas que acabamos de apresentar’’. Nas fotos, o presidente da Acia e do Sindicomércio fazendo a saudação aos presentes, os candidatos e o bom público que compareceu neste momento histórico para as entidades de classe e Clubes de Serviços de Poços de Caldas.

COMEÇA A LIQUIDA POÇOS DA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL Até o dia 15 de setembro, data em que se comemora o "Dia do Cliente", a Acia-Associação Comercial, Industrial e Agropecuária Poços de Caldas promove a Liquida Poços com as lojas associadas oferecendo descontos de vários produtos entre 30 e 70%. O objetivo da Acia, segundo seu presidente, Márcio Roberto de Oliveira, é o de tornar esta data permanente no calendário comercial da cidade, proporcionando melhoria no faturamento com liquidação dos chamados produtos estocados, e para a população aproveitar a ocasião. " Se tivermos aumento, do mínimo que seja nas vendas, já teremos resultado positivo e quem sabe seja o impulso e que se prolongue até o final do ano. O que estamos pedindo é que nossos associados decorem suas vitrines com o material que enviamos aos participantes, mas que também utilizem da criatividade com produtos e preços atrativos", disse ele. A Acia informa aos consumidores que apenas as lojas identificadas com o material do Liquida Poços é que estão participando da promoção, e que ainda há tempo para adesão dos demais associados. Basta que entrem em contato com a assessoria da entidade, pelo telefone 3697 - 4400.

A ACIA e o Grupo Novacar Poços de Caldas acabem de fechar uma inédita parceria para que você possa adquirir seu carro zero km com a melhor avaliação do seu usado. Condições imperdíveis e taxa zero.

Embora considere um assunto delicado, pois estamos tratando de seres humanos, alguns deles em completa situação de abandono, problemas com vicio em drogas e álcool, o presidente da ACIA tem reiterado a posição da entidade sobre a inversão de valores, que estamos vivenciando em Poços de Caldas: A imensa maioria da população é privada do seu direto de não ser importunada por andarilhos e pedintes. Em quase três anos à frente da Associação Comercial, o empresário Márcio Roberto de Oliveira enviou diversos ofícios para a secretária de Promoção Social, Lucia Elena Santos Rodrigues, solicitando providências quanto ao aumento de pedintes e andarilhos nas portas dos estabelecimentos e nos semáforos, além de convites para que a mesma participasse de uma reunião sobre o tema com empresários, porém sem retorno o que deixa a entidade indignada. Segundo ele, “a secretária está omissa com o que tem ocorrido nas ruas de Poços de Caldas, e não apresenta nenhum projeto concreto à sociedade para que ocorra uma ação decisiva para o caso”, além de retirar os policias de seus afazeres prioritários para atender este tipo de chamada que não é de sua alçada, disse o presidente da Acia e do Sindicato do Comércio que enviou ofício ao prefeito Eloisio do Carmo Lourenço mencionando o fato, e disse: “Os reclamos dos empresários têm sentido, uma vez que a imprensa e os vereadores também sempre relatam problemas com os pedintes e andarilhos. Assim, gostaria de saber se esta é a posição da Prefeitura, a de não dar satisfação das atividades daquela pasta, e de não debater com a comunidade este assunto da maior gravidade, pois se é que tem sido feito algo não está surtindo efeito, e creio que pudéssemos dar nossas contribuições com ideias e apoio”, concluiu Márcio Roberto de Oliveira em nome dos diretores e associados da ACIA e do Sindicomércio.

Para acessar o banco de currículos, os associados devem entrar em contato pelo telefone (35)3697-4400 e solicitar a sua senha.

Sexta e sábado - dias 12 e 13 de agosto as lojas estarão abertas das 09 às 20hs. No domingo em que se comemora a data o horário será livre, porém os comerciantes devem ficar atentos aos itens da convenção coletiva de trabalho firmada entre o sindicato do comércio e o sindicato dos empregados no comércio.

A atual situação econômica do país e principalmente a de nosso município esta afetando o desenvolvimento de vários setores produtivos de nossa cidade. Chegou ao conhecimento desta ACIA que o Plano Diretor , hora em discussão pelo Executivo, pode acentuar ainda mais essa crise, gerando maior desemprego , quer no comercio, na construção civil e desestimular investimentos vindouros. É entender dessa ACIA que tal Plano deva visar primordialmente o desenvolvimento do município, com estímulos para que isso aconteça. Dessa forma entendemos que o Plano deva nortear somente DIRETRIZES , SEM EVENTUAIS PARÂMETROS , OS QUAIS SERÃO DISCUTIDOS A POSTERIOR NAS LEIS COMPLETARES. Com isso esperamos que as leis complementares sejam discutidas com o objetivo maior , que é a retomada do crescimento de nosso município. ACIA-Associação Comercial, Industrial e Agropecuária P. Caldas

O presidente da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária, e do Sindicato do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Poços de Caldas, Márcio Roberto de Oliveira, fez questão de participar da solenidade de posse da nova diretoria do Sindicontábil, no dia 25 de Julho, no Pálace Hotel, e usou da palavra para cumprimentar a presidente reeleita, Renildes Dantas Almeida, e seu vice-presidente, Otorino Neri, e os demais diretores e conselheiros, enfatizando o compromisso de continuar com a parceria que tem resultado em excelentes cursos e treinamentos que qualificam contabilistas e empresários de nossa cidade. "Quero reinterar a disposição da Acia e do Sindicomércio a disposição de realizarmos várias ações com o Sindicato dos Contabilistas, pelo conhecimento que tenho da seriedade e dedicação de seus dirigentes", concluiu Márcio Oliveira, que aparece na foto no momento da saudação aos empossados, e com a presidente, Renildes Almeida e o vice-presidente, Otorino Neri.

Convite ACIA "Café Empresarial" com o Ten.Coronel, Frederico Antonio de Lima, comandante do 29° Batalhão de Polícia Militar. Dia: 28/07/2.016 - quinta-feira Horário: 08:30 Local: auditório da ACIA - Rua Prefeito Chagas, 459 - 3° andar. Serão discutidos assuntos de interesse de nossos asssociados, principalmente a questão da segurança. Compareça, você é nosso convidado especial !

O presidente eleito do Sindicato do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Poços de Caldas, Márcio Roberto de Oliveira, tomou posse no último dia 14 de Julho, e ao mesmo tempo deu posse aos seus diretores, conselheiros e suplentes, com mandato até Julho de 2.020. Na oportunidade, Márcio reforçou aos membros eleitos a disposição de ampliar os serviços aos filiados, agilizando cursos e treinamentos através do Senac e Sebrae, mudar os Estatutos de maneira que outros empresários possam se candidatar aos cargos executivos na entidade, retomar parcerias com entidades empresariais como a Associação Comercial da qual ele também é o presidente, além de reforçar os convites para os empregadores participarem das discussões com o sindicato dos Empregados quando das negociações em torno da Convenção Coletiva de Trabalho. Também compareceram na posse do Sindicomércio os ex-presidentes Paulo Roberto Monteiro e Victor Marchesi Filho, e foram citados por Márcio Roberto de Oliveira, que se lembrou da dedicação e seriedade que os mesmos dedicaram ao Sindicomércio, " quero dar continuidade ao excelente trabalho que meus antecessores realizaram, principalmente nas conquistas da sede própria e do auditório, e as diversas atividades que fortaleceram o sindicato patronal de Poços de Caldas", concluiu Márcio Roberto de Oliveira que aparece nas fotos tomando posse, com o ex-presidente Paulo R. Monteiro, o contabilista Otorino Neri que presidiu a eleição em Junho juntamente com seu parceiro Nelson Mathias, Dr. Adrian Cagnani, advogado do sindicato, da colaboradora Adriele Pereira Alves, e dos assessores da Acia, José Paulo e Alexssandra, e os novos diretores e conselheiros presentes: Edmilson Batiston, Rubens Barbosa, Celso Tadeu Barbosa, José Poli Paredes, Albert Cagnani, Fabiola Arida, Rosana e Silvana Oliveira. Também foram empossados: Sebastião Marques, Gustavo José Almeida, Waldir Miguel, Leonardo Miguel Severini, Hamilton Loiola e Dulcineia Penha Ferreira.

O Sr. Sergio Iran visitou o presidente da Acia e do Sindicato do Comércio, Márcio Roberto de Oliveira, acompanhado do secretário de Defesa Social, Luiz Carlos de Lima, e disse que gostaria de saber da avaliação dos empresários sobre as primeiras semanas de implantação do Estacionamento Rotativo-Zona Azul, e ouviu varias considerações por parte do dirigente. "No geral está indo muito bem, principalmente quanto as vagas disponíveis na região central. No início todos reclamaram de apenas uma hora o limite de estacionamento, o que me motivou a solicitar ao prefeito que se aumentasse aquele tempo para duas horas, um pleito não apenas da ACIA, o que acabou acontecendo logo na primeira semana de implantação. No mais, tivemos problemas com pessoas que não estavam conseguindo validar seus créditos pelo aplicativo, e ainda um dia de semana a tarde que o sistema estava fora do ar, mas acredito que somente após a implantação das demais áreas é que teremos a certeza sobre o funcionamento e da repercussão perante aos nossos associados", avaliou Márcio Oliveira, que por sua vez aproveitou para fazer duas reivindicações em nome dos empresários: que eles possam adquirir créditos em parceria com a ACIA para oferecer aos clientes com desconto vantajoso para ambas as partes, e que no sábado o cliente possa comprar uma hora de estacionamento e ter direito permanecer na vaga por duas horas, beneficiando também os turistas. O diretor da Zona Azul ficou de analisar os pedidos e prometeu rápida resposta aos associados das duas entidades de classe.

Atendendo vários pedidos de empresários, a Associação Comercial, Industrial e Agropecuária Poços de Caldas estará realizando, em parceria com a Caixa Econômica Federal, um treinamento para funcionários das empresas que trabalham diretamente com recebimento de dinheiro, gerentes e proprietários de estabelecimentos de diversos segmentos, para que todos possam aprender a identificar Notas Falsas, o que tem causado enormes prejuízos aos mesmos. O treinamento será gratuito, no dia 20 de Julho próximo, às 09:30 no auditório da Acia, a Rua Prefeito Chagas, 459, 3° andar, e terá como instrutores os profissionais da Caixa, sendo necessária apenas a inscrição antecipada dos participantes, por empresa, até o dia 19, através do e-mail acia@pocos-net.com.br, ou através do telefone: 3697 - 4400.

Você já sabia que o Certificado Digital é com a Associação Comercial de Poços de Caldas. O que você ainda não sabia são os nossos novos preços! Compre o seu e-CNPJ a partir de R$160,00. Entre em contato e adquira hoje mesmo seu certificado digital. Evite multas, atrasos e ainda tenha o melhor preço da cidade.

O empresário, que já exerce a função de presidente da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária, foi eleito também presidente do Sindicato do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Poços de Caldas, em eleição realizada no último 14 de Junho, com mandato de quatro anos. Aos amigos e filiados que compareceram na sede do sindicato, na ocasião do pleito, Marcio explicou que o Estatuto da entidade é antigo e que por força de seus artigos apenas três pessoas poderiam ser candidatos, e que seu nome foi colocado como única opção. " Assim como realizamos na Acia, pretendemos atualizar este Estatuto de maneira que outros empresários possam concorrer à presidência, sem reeleição, para que haja troca no comando, ao contrário do que ocorre hoje" explicou ele. ELOGIOS AOS EX- PRESIDENTES VICTOR MARCHESI FILHO E PAULO ROBERTO MONTEIRO Ao ser entrevistado pela imprensa após o pleito eleitoral, Marcio Roberto de Oliveira elogiou o trabalho realizado pelos seus antecessores, destacando como principais conquistas a sede própria e o auditório. "Pretendo dar continuidade ao excelente trabalho desenvolvido por ambos, principalmente na questão do diálogo com o Sindicato dos Empregados para a elaboração do Acordo Coletivo de Trabalho, importantíssimo para todos os comerciantes e comerciários, e ainda ampliar as parcerias com Senac, Sesc, Senai e Sebrae, para cursos e treinamentos para a classe empresarial e seus colaboradores. NOVA DIRETORIA DO SINDICOMÉRCIO QUE TOMARÁ POSSE EM JULHO: - Presidente: Marcio Roberto de Oliveira - Secretário: Albert Cagnani - Tesoureira: Fabiola Alcântara Arida Uescar - Suplentes: Sebastião Marques, José Poli Paredes, e Rubens Pereira Barbosa - Conselho Fiscal Efetivo: Leonardo Miguel Severini, Waldir Miguel e Dulcineia Penha Ferreira - Conselho Fiscal Suplente: Gustavo José Almeida, Rosana Marcia de Oliveira e Hamilton Loiola - 1ª Delegada Rep.Efetivo: Fabiola Alcântara Arida Uescar - - 2ª Delegado Rep. Efetivo: Edmilson Batiston - Suplentes: Silvana Cassia Oliveira e Celso Tadeu Barbosa. Nas fotos, o presidente eleito, Marcio Roberto de Oliveira no momento de seu voto, e ao lado dos contabilistas Otorino Neri e Nelson Mathias que coordenaram a eleição, e também com o atual presidente, Victor Marchesi Filho.

Seguindo a Convenção Coletiva de Trabalho firmada no inicio do ano entre os sindicatos Patronal e dos Empregados do Comércio, as lojas estarão abertas em Poços de Caldas nesta sexta-feira, dia 10 de Junho, e no sábado, dia 11, das 09 às 20hs, dentro do Horário Especial visando o "Dia dos Namorados", que será comemorado no domingo, dia 12 de Junho. A Associação Comercial orienta os proprietários de lojas que decorem e iluminem suas vitrines e fachadas com temas alusivos a esta data, até como forma de incentivarem os casais a troca de presentes. Segundo a Acia, “a crise no país tem afetado diretamente nas vendas do comércio, e de que seria muito bom se pelo menos atingirem o mesmo patamar em relação ao ano passado, porém aqueles que se utilizarem da criatividade poderão ter melhores resultados do que o esperado", disse o presidente da entidade, Márcio Roberto de Oliveira.

Associação Comercial e Prefeitura Municipal reuniram a imprensa na última quinta-feira,dia 28 de abril, e anunciaram a parceria para a promoção; "Minha mãe merece um dia especial", com diversas atrações culturais, brinquedos, músicas e homenagens na Rua Assis Figueiredo, que estará com os quarteirões fechados entre a Av. Francisco Salles e Rua Junqueiras, mas com trânsito aberto normalmente nas transversais. Será neste sábado, dia 07 de maio, das 09 às 20hs, e o objetivo é o de despertar o sentimento dos filhos no sentido de que não deixem de presentear suas mães. Para tanto, será necessário que todos os comerciantes associados na Acia, no centro e nos bairros, façam promoções de seus produtos, enfeitem suas lojas e vitrines, e utilizem de suas criatividades para atrair estes filhos, e lembrá-los desta importante data. É importante ressaltar que o horário especial do Dia das Mães, que será comemorado no dia 08 de maio, domingo, prevê a abertura das lojas também na sexta-feira,dia 06, até às oito da noite. Na foto, o momento que o presidente da Acia, Marcio Roberto de Oliveira, e o Secretário de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura, Rodrigo Reis, anunciavam o evento que terá ainda como parceiros o SESC local, a Unimed e o Shopping Poços de Caldas.

Marcos Salles, que assumiu a pasta recentemente, é um funcionário de carreira com larga experiência na pasta, e que sabe das prioridades para o bom andamento desta que é uma das principais secretarias da Prefeitura. Durante o Café Empresarial na Acia ele explicou que está definindo sua linha de trabalho junto aos colaboradores, e ao mesmo tempo traçando planos que sejam elaborados por etapas, mas que sejam bem feitos. " Tenho como ideal de vida o de fazer tudo bem projetado para não ter que fazer de novo ou mal feito. Assim, estamos revendo questões como Coleta de Lixo, Limpeza das Ruas, Terrenos Baldios, Hippies e Ambulantes. Para cada caso traçaremos estratégias que sejam eficazes e não paliativas", disse ele, acrescentando que o prefeito Eloísio do Carmo Lourenço lhe deu apoio necessário para investir em melhorias em prol da comunidade. O secretário disse que a Coleta de Lixo na região central no período noturno está funcionando, mas que infelizmente alguns comerciantes continuam colocando o material durante o dia o que acaba sendo espalhado por pessoas e animais, causando transtornos, principalmente quando chove. Sobre os ambulantes Marcos Salles garantiu que serão feitas operações em conjunto com a PM e Guarda Municipal, no sentido que produtos sem procedência, e que possam trazer danos diversos às pessoas, sejam retirados das ruas centrais e das entradas da cidade, até porque prejudicam o comércio legal que gera empregos e renda ao Município. O presidente da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária, Marcio Roberto de Oliveira, disse ter a certeza do bom trabalho de Marcos Salles à frente da Secretaria de Serviços Públicos, "pela larga experiência, seriedade e dedicação ao que faz", e colocou a entidade a disposição para o que se fizer necessário. "Foi importante recebê-lo aqui e ouvir que já está tomando medidas que possam atender aos anseios dos empresários, mas também da população, e quero ressaltar que nossa entidade apoia não só seus planos como também reconhece todo esforço de sua equipe", completou o presidente da Acia.

Não percam o evento do comércio de Poços de Caldas em comemoração ao “Dia das Mães”. Haverá diversas atrações culturais, música, playground, descontos especiais e homenagens! Será no dia 07 de maio, sábado, na Rua Assis Figueiredo (que estará com os quarteirões fechados), no horário das 9:00 às 20:00. Traga seu filho e não fique fora dessa!

DIA: 28/04/2.016 - Quinta-feira HORÁRIO: 08:30 CONVIDADO: Novo Secretário de Serviços Públicos, Marcos Sales, que irá debater com os presentes assuntos de sua pasta, como: Coleta de Lixo, Terrenos Baldios, Ambulantes, Hippies, limpeza e lavagem das ruas. Contamos com sua presença ! Márcio Roberto de Oliveira Presidente

Os diretores da Acia receberam nesta semana a nova gerente geral do Shopping P. Caldas, Adriana Navarro Moraes, e a Consultora Leonora Oliveira, que expressaram o interesse em reativar o relacionamento com a entidade, e estudam eventos que possam ser realizados em conjunto. Também esteve na reunião de diretoria da Acia o secretário de Defesa Social, Coronel Luiz Carlos Lima, traçando os planos para o evento que a Acia e Prefeitura estarão organizando no dia 07 de maio, sábado, véspera do Dia das Mães, na Rua Assis Figueiredo, com objetivo de motivar os filhos de comprarem os presentes para suas genitoras.

O evento ocorreu no dia 20 de abril, no Palace Casino, com a presença de autoridades policiais, civis, prefeitos e vereadores de toda região, imprensa, e entidades representativas, e marcou a segunda década de instalação do 29° Batalhão de Polícia Militar em Poços de Caldas. Na oportunidade, o Comandante da 16ª Região PM, Coronel Mauro Lúcia de Moura Alves, e o Comandante do Batalhão, Tenente Cel. Frederico Antonio de Lima, prestaram diversas homenagens aos presentes, e aos ex-comandantes, como parte oficial da solenidade comemorativa. A Associação Comercial, Industrial e Agropecuária Poços de Caldas recebeu homenagem pela parceria com a o PM ao longo destes vinte anos, conforme ilustram as fotos, e seu atual presidente, Márcio Roberto de Oliveira, destacou a importância desta grande conquista para toda a região quando em 1.999 ocorreu a inauguração do Batalhão: "Tivemos uma significativa redução no índice de criminalidade, com a infraestrutura à disposição dos policiais, aumento de contingente, principalmente de oficiais sérios, competentes e determinados, que sempre visaram a proteção, orientação e educação da comunidade, e isto jamais poderemos nos esquecer!, completou o presidente da Acia, que nas fotos aparece ao lado de Deborah Miguel Costa Lago, do Palace Hotel, João Bosco Quinteiro, do Hotel Minas Gerais, e Waldir Miguel, que recebeu homenagem póstuma dedicada a seu pai, Waldemar Miguel, no momento que eram agraciados pelos comandantes da PM.

O primeiro evento, que ocorreu em março, foi a "Semana de Capacitação Gerencial", com oficinas campanhas promocionais, planejamento de Recursos Humanos, e planejamento para abertura de pequenas empresas.. Segundo o analista técnico do Sebrae Poços de Caldas, Ivan Figueiredo, todas as ações tiveram lotação máxima de empresários locais, e aproveitou para anunciar em maio a Semana de Capacitação em Finanças. Informações e reservas através do telefone: 3722 - 3352. Na foto, o consultor do Sebrae MG, Marcio Lopes Oliveira, da cidade de Formiga, um dos palestrantes da Semana de Capacitação, que abordou estratégicas para aumentar e reter clientes.

Regina Cioffi apresentou aos diretores da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária, os vários projetos sociais, econômicos e políticos que tem apresentado na Câmara Municipal, e solicitou apoio da classe empresarial para que possa torná-los realidade, como Plano Diretor, Equilibrio fiscal das contas públicas, Pontos Turísticos, Saneamento, Saúde e Meio Ambiente. Ao final, o presidente da Acia destacou a importância do poder público discutir com a classe empresarial seus objetivos enquanto administradores, e acrescentou que “Nos da ACIA sentimos estar realizando o nosso papel de interlocutor de nossos associados, com suas demandas, problemas do dia a dia e solicitações, para que possamos juntos continuar gerando renda e empregos em Poços de Caldas” disse Márcio Roberto de Oliveira.

A EPTV Sul de Minas em parceria com a ACIA (Associação Comercial de Poços de Caldas) desenvolveu um plano específico para todos os seus associados. O projeto é uma ótima oportunidade de divulgar o próprio negócio e ganhar destaque durante os programas da grade da emissora. Essa é uma chance que você não pode perder! Associe sua marca a um projeto de qualidade e confiança.

A Acia em parceria com a Puc de Poços de Caldas, está fornecendo projeto para economia de energia elétrica em sua empresa gratuitamente para seus associados Os empresários interessados podem procurar a ACIA para se cadastrar e receber o corpo técnico in loco para a avaliação de suas instalações

A diretora Dayse Paes , da agência de marketing Sky Brasil, mestre em Gestão de Empresas com ênfase em Marketing pela Universidade de Évora(2010). Pós graduada pela ESPM – Escola Superior de Propaganda e Marketing, São Paulo/SP(2013). Especialista em Web Analytics e Métricas – Marketing Digital – Escola Superior de Propaganda e Marketing, ESPM, Brasil(2013). Especializada em diversos cursos do Google Adwords e Facebook/Instagram(2014-2016). Em parceria com a Associação Comercial, Industrial e Agropecuária fornecerá de forma gratuita aos associados da ACIA uma hora de consultoria de marketing digital com objetivo de ilustrar como o seu negócio pode vender mais na internet: Seja divulgando e atendendo online através do WhatsApp, redes sociais, site e e-mail marketing! Os empresários interessados podem procurar a ACIA para se cadastrar e agendar a sua consultoria de marketing digital!

Paulo Tadeu Silva Dacárdia entrou com um Requerimento na Câmara propondo a criação de um fundo municipal de desastres naturais, com recursos do DME e DMAE, para a prefeitura realizar as obras emergenciais que possam prevenir desastres naturais como o ocorrido no dia 19 de janeiro, como o desassoreamento dos córregos e rio da Av. J. Pinheiro , além da troca de redes nas galerias de águas pluviais. Porém, segundo Tadeu, o grande problema é o número descontrolado de loteamentos próximos aos córregos e nascentes de água, e das represas, e que, caso alguma coisa não seja feita urgentemente, causará maiores problemas no futuro, e solicitou a participação dos empresários na discussão do Plano Diretor do Município, em tramitação no Legislativo, e que terá de definir para onde a cidade deve crescer sem prejudicar o meio ambiente. Sobre a questão dos ambulantes, hippies e pedintes, Paulo Tadeu assumiu o compromisso de sugerir ao prefeito Eloísio do Carmo Lourenço uma integração da Guarda Municipal, PM, Agente Sociais da Sec. Promoção Social, e fiscais da Sec. Serv. Públicos para proibir o comércio ilegal, a abordagem dos pedintes, e para que os hippies fiquem apenas nos locais determinados no decreto publicado Prefeitura Municipal. Também foi bastante discutida a questão do aumento nas contas de energia elétrica, e vários comerciantes explicaram o caos financeiro que passam com reajuste de 110% em um ano, em um momento critico como o atual do país, com a crise que afeta toda população, porém Paulo Tadeu foi enfático ao dizer que o DME não tem como atender o pleito da ACIA que pede o cancelamento do reajuste de até 28% repassados em outubro, porque causaria o fechamento da empresa, o que não teve a concordância dos presentes uma vez que o departamento tem feito repasses de altos valores à Prefeitura, o que demostra que o aumento não se fazia necessário naquele momento; na visão da diretoria e associados da ACIA. O presidente da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária ficou satisfeito com o resultado da reunião, prevista inicialmente para uma hora e meia e levou duas horas e meia, “exatamente porque os empresários esclareceram algumas dúvidas sobre as posições e opiniões do vereador quanto aos problemas levantados e principalmente por ter se comprometido em analisar com o prefeito as demandas relatadas na reunião”, completou Márcio Roberto de Oliveira. NAS FOTOS, PAULO TADEU COM OS EMPRESÁRIOS NA ACIA

Na Audiência Pública realizada pela Câmara Municipal no último dia de março, o presidente da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária, Márcio Roberto de Oliveira, iniciou sua fala destacando as alegações de sua entidade sobre o assunto sempre foi tratado no aspecto econômico, sem qualquer conotação política ou tentativa de ingerência onde quer que seja, e seguiu: "Tem sido recorrente em nossos contatos com os associados, e em nossos negócios, a dificuldade explicita de arcar com o brutal aumento que tivemos em nossas tarifas nos últimos 15 meses. Hoje este é seguramente o insumo mais caro em qualquer ramo de atividade, e tem colocado em risco a administração de varias atividades tamanho o vulto das contas recebidas pelas empresas. Nossa entidade tem dois assentos no Conselho de Consumidores - Conccel, e consideramos necessários que alguns pontos em relação ao último reajuste de energia em nossa cidade, aplicado em outubro do ano passado, sejam esclarecidos. O primeiro, e mais importante, é de que o reajuste autorizado, não é compulsório, o segundo é que se optando em reajustar, o índice também não é compulsório, sendo apenas um teto. E o terceiro e não menos importante é de que a necessidade de ser resguardar a saúde financeira do DME com a aplicação dos aumentos não se sustenta pelo fato de que o maior acionista da empresa, a prefeitura municipal fez retiradas de lucros superiores a 109 milhões de reais desde 2011. Como é publico e notório, o país passa por uma crise sem precedentes, com recordes sucessivos de queda do PIB, número de empresas fechadas, desemprego e etc.. Nossa cidade não ficou imune a esta crise. Tivemos um número significativo de empresas fechadas no ano passado e o movimento negativo tem continuado neste ano. O último reajuste aplicado pelo DME de ate 28% nas contas, não poderia ter vindo em pior data e momento. Para ilustrar o quão significativo foi, ilustro três casos que dão a real dimensão da majoração que tivemos. Contamos com a análise criteriosa do que foi aqui explanado, por parte daqueles que tem o poder de reverter esta situação. Consideramos muito importante que os índices aplicados sejam revistos. Finalizo destacando que o DME cumpra seu papel histórico de bons serviços e preços compatíveis para nossa cidade", finalizou o presidente da Acia.

DIA: 31/03/2016 HORÁRIO: 08:30 LOCAL: Auditório da ACIA, Rua Prefeito Chagas, 459, 3° andar ASSUNTOS: ambulantes, hippies, pedintes, limpeza dos bueiros e córregos, e conhecimento de um projeto para troca das redes de águas pluviais das áreas atingidas pelas enchentes, que envolve dessassoreamento para os rios, obras na Rua Marechal Deodoro, Zona Azul, coleta de lixo e limpeza do centro e bairros, buracos nas ruas e outras demandas dos associados que serão apresentadas na reunião, como por exemplo: aumento nas contas de energia elétrica. Convidado: Paulo Tadeu da Silva D'arcádia - ex-prefeito e atual líder do prefeito na Câmara Municipal

Neste momento difícil que vive a Nação brasileira, marcado por grave crise política que tem como uma de suas conseqüências a paralisação da economia, ao desestimular as ações dos agentes econômicos, a Federaminas manifesta a sua preocupação diante da atual conjuntura e encoraja as entidades da classe empresarial mineira, que aglutina, à reflexão em torno de sua responsabilidade nesta hora. Na condição de representantes de um setor da sociedade que se desincumbe de importante papel no contexto nacional - na medida em que a máquina econômica encontra-se nas mãos dos empresários, que produzem riquezas e geram impostos e oportunidades de trabalho -, as associações comerciais têm o dever de demonstrar o seu empoderamento atuando como interlocutoras da classe. Da mesma forma como têm se manifestado os diversos segmentos da sociedade, através de panelaços, apitaços e outros tipos de ações populares perfeitamente válidas em uma democracia consolidada, devemos reiterar os legítimos posicionamentos do empresariado contra decisões que dificultam a sobrevivência das empresas. Esta, aliás, tem sido a postura da Federaminas ao manifestar às autoridades governamentais a sua inconformidade diante de decisões tomadas em momento inoportuno da vida nacional, como as que resultaram em aumento da já pesada carga tributária suportada pelos mineiros e a antecipação dos prazos de recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Apesar do cenário político e econômico desfavorável, nosso trabalho como líderes deve continuar com criatividade, sem nos deixar contaminar pelo clima tenso atual. A essência do associativismo é unir uma classe e defender seus interesses. Este momento recomenda a reflexão em torno dos acontecimentos e dos caminhos mais adequados para a retomada do crescimento da economia do País. Emílio Parolini Presidente da Federaminas

Durante quatro horas e meia os empresários, engenheiros e alunos da Puc e Unifal apresentaram projetos que possam resolver o problema das enchentes por toda Poços de Caldas, principalmente na região central, e também ouviram as ponderações dos secretários municipais e prefeito Eloísio do Carmo Lourenço as providências emergenciais e as obras de prevenção que deverão ser feitas quando o Município tiver a condição financeira para tanto, o que deixou mais preocupado ainda o público presente pois não há previsão para tanto. Representando a classe empresarial, o vice-presidente Comercial da Acia fez as seguintes ponderações: " Aproveito a ocasião para ratificar e enaltecer o trabalho de rescaldo feito pelo DME, DMAE, e pela Prefeitura Municipal, através das suas várias secretarias envolvidas, que não mediram esforços em reestabelecer o centro da cidade às suas atividades normais na noite e no dia anterior a tempestade de 19 de janeiro. Manifestamos publicamente a nossa aprovação, agradecimento e apoio naquela ocasião e o fazemos novamente neste momento. Após a enchente, nos reunimos por mais de uma vez com senhor prefeito municipal Dr. Eloísio do Carmo Lourenço, até mesmo em assembleia aberta à todos os comerciantes, associados ou não, sendo que a última reunião realizada com o secretário municipal de obras, Sr. Aldo Hansen. O objetivo do convite ao secretário era tomarmos ciência dos trabalhos que aquela secretaria fez e estava fazendo pós-enchente, pois havia e ainda há muita preocupação dos nossos associados toda vez que chove; pelo menos por umas quatro vezes por muito pouco não aconteceu novamente uma inundação. O Sr. Aldo, tecnicamente nos enumerou os trabalhos que foram executados pela sua secretaria até àquele momento, como a limpeza constante da micro drenagem, como os bueiros e de macrodrenagem como a limpeza dos rios. Nos garantiu o nobre secretário de que estava sendo feito tudo o que seria possível fazer. Garantiu ainda que um estudo de macrodrenagem feito pela Unifal para a Prefeitura Municipal de Poços de Caldas, garante que a calha do rio da avenida João Pinheiro é suficiente para escoar as águas das chuvas. Isso é muito importante. Contudo, o Sr. Aldo, como cidadão, pessoa de alta índole, sincero, declarou alguns pontos importantes e estarrecedores os quais destaco: 1. Análise da micro drenagem: Se chover muito forte de novo vai alagar de novo, pois é necessário fazer o desassoreamento do rio. Vai precisar de uma limpeza muito maior. Com relação a João Pinheiro a via vai cair, se não houver contenção dos barrancos. 2. Análise da Macrodrenagem: As redes tem que ser modificadas, pois o sistema de drenagem é obsoleto e estão há décadas sem manutenção. A rede tem tubulação de pequeno diâmetro (100 mm), que não são suficientes para as águas que estão caindo. Os tubos metálicos que existem em algumas redes estão corroendo. Esta é uma obra estrutural e não tem como resolver até o final do ano. A cidade não está preparada para as mudanças climáticas. 3. Estrutura da Prefeitura: Todas as máquinas que temos estão sucateadas e sua equipe é limitada. Essas obras custam caro e não temos recursos financeiros para isso. 4. Plano diretor: É urgente a necessidade de um plano diretor que coíba a as construções desenfreadas e pavimentações que impedem absorção de água. Nossos associados sugeriram pra ele algumas ideais como a de quebrar o portão existente na Rua Junqueiras, ao lado da loja Itapoá para não represar a água do vai e volta, ribeirão esse que foi o grande causador do Tsunami. Dissemos e mostramos através de fotos, que existiam bueiros ainda entupidos. Terminou dizendo, e isso é muito importante, que qualquer que seja o próximo prefeito deverá ter um compromisso com a drenagem. Confesso que saímos daquela reunião mais preocupados, tristes, decepcionados e com mais medo, do que quando entramos, pois ficou claro que, se nada for feito, o centro será alagado novamente. Não é se será alagado, e sim, quando será alagado. Eu poderia apelar para o lado sentimental e dizer do pavor que nós comerciantes vivemos e estamos vivendo, cada vez que um pingo d'agua cai dos céus, chuva esta, aliás, abençoada; seria um pecado carregar este sentimento ruim com esta dádiva divina. Não preciso dizer que não merecemos este sentimento de impotência e insegurança; talvez só quem viveu esta situação possa saber do que estou falando. Aquela cena de horror e destruição teima em não sair da nossa mente. Apelo para dizer que à partir do momento em que tomamos conhecimento daquele terrível problema, não podemos mais alegar que não sabíamos. A prefeitura foi acionada, a Câmara de Vereadores foi acionada, as entidades empresariais foram acionadas, e se nada for feito seremos responsáveis por uma tragédia anunciada, e queira Deus poupar-nos novamente vidas. Nossa parte estamos fazendo. É inadmissível escutar calado, que uma cidade que arrecada 550 milhões de reais por ano, não tenha máquinas para fazer o desassoreamento de um rio, que com 6000 funcionários não tenha pessoas para poder trabalhar nesse nessa importante obra, e principalmente, que não tenha recursos. Entendemos que o volume de chuvas previstas para os próximos anos serão sempre maiores, estamos cientes das inundações inevitáveis que estão acontecendo em outras cidades, mas a boa notícia é que definitivamente, em Poços de Caldas, conforme atestado pelo relatório da Unifal, temos condições técnicas e podemos evitar uma tragédia maior em caso de uma nova chuva torrencial, de modo que as consequências não sejam tão prejudiciais. Portanto, para o bem de todos: Nós da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Poços de Caldas, neste ato investidos da palavra garantida pelos nossos estatutos, representando 900 empresas associadas equivalente ao PIB de 70% de Poços de Caldas, exigimos o imediato investimento e início das obras de desassoreamento dos ribeirões e rios envolvidos, e outras obras que se fizerem necessárias para minimizar os efeitos de chuvas torrenciais. Insisto: não estamos pedindo favor. A gestão do presidente Márcio Roberto de Oliveira na ACIA, jamais deixará de provocar as autoridades, sejam elas do Poder Executivo, Judiciário ou do Legislativo. Bateremos palmas para os acertos, mas nos posicionaremos contrariamente caso não concordemos, dentro do princípio da democracia, sem conotações partidárias, sem pessoais, pois entendemos que nossa missão institucional ditada pela nossa Federação FEDERAMINAS, é aumentar a competitividade das empresas associadas, através do desenvolvimento local, mobilizando lideranças dos setores públicos e privados, para a elaboração de um plano de ações conjuntas, realinhando as demandas com as políticas municipais, estaduais e federais, visando manter as empresas em nosso município, além de promover o empreendedorismo e melhorar as condições para os resultados dos nossos associados. Somos e seremos coerentes com os nossos representados, com os nossos valores e com a nossa missão! Entendemos também que as micro e pequenas empresas são primordiais para o equilíbrio social do país e de nossa cidade, pois geram emprego e renda de uma forma digna e honesta. Jamais desistiremos de Poços de Caldas", concluiu o vice presidente da Acia, Rodrigo Geraldi Rezende.

Por solicitação da Acia, a Câmara Municipal estará realizando uma Audiência Pública nesta quinta-feira,dia 17/03, às 17hs, para ouvir os empresários atingidos pelas enchentes do dia 19 de janeiro, assim como também a população. O tema será: viabilidade da implantação de um sistema de previsão de inundações e um Plano Diretor de Drenagem Urbana. Al Associação Comercial estará fazendo uso da palavra, mas serão necessários depoimentos e sugestões dos empresários que possam colaborar com as discussões. Para tanto, o prazo de inscrição na Câmara até esta quarta-feira,dia 16, através do e-mail: comunicacao@pocosdecaldas.mg.leg.br, ou solicitar que a assessoria da Acia lhe ajude na inscrição. Basta ligar: 3697 - 4400 com José Paulo.

O policial Paulo Sergio dos Reis Sallum foi o ganhador do veiculo Gol 1.0 que a Associação Comercial, Industrial e Agropecuária sorteou na Campanha de Natal "Natal dos Sonhos", realizada em parceria com a Federação das Associações Comerciais de MG. Na foto, o sócio-propietário do Almeida Supermercado, estabelecimento que foi cadastrada a seladinha vencedora, Gustavo Almeida, acompanhado de sua mãe, Cristina Almeida, e ainda o representante da Federaminas, Haenderson Sena, fizeram a entrega do veiculo ao ganhador do prêmio.

Para Aldo Foltz Hanser os loteamentos e as construções nas áreas que não poderiam ser impermeabilizadas, principalmente nas partes altas da cidade, são as causas dos alagamentos que estão ocorrendo neste ano, e que somente o Plano Diretor elaborado por técnicos urbanísticos e engenheiros poderia definir para onde o município deve crescer, e os locais onde não poderiam receber construções, e que poderia resolver a questã, bem como a troca de toda rede pluvial e o aumento da capacidade dos córregos. No entanto, segundo ele próprio, a Prefeitura não tem recursos para estas obras emergenciais. O secretário se reuniu com uma comissão de comerciantes atingidos pelas enchentes de janeiro e que estão aflitos com a previsão de mais chuvas para os próximos dias. Os empresários questionaram a forma com que está sendo feita a limpeza dos bueiros e córregos, e o porquê de a Administração não ter feito a retirada de entulhos e acumulo de terras e plantas ao longo do rio da Av. João Pinheiro. Segundo Aldo, o fato de quando chove a água escoa rapidamente reflete no trabalho de limpeza dos bueiros, mas que no Córrego do Vai e Volta existe a complicação de que o mesmo está atrás de edificações, dificultando a remoção dos entulhos com máquinas, mas que, após sugestões dos próprios comerciantes daquela região, um muro na Rua Espirito Santo será derrubado para que este impe cílio será resolvido. Ele disse também ter poucos funcionários para a limpeza de todos os córregos e bueiros da cidade, mas que o trabalho está sendo feito. Ao final da reunião o presidente da Acia, Márcio Roberto de Oliveira, agradeceu a disposição do secretário em participar do encontro com a comissão de empresários, mas lamentou o fato de a Prefeitura ter quase 6 mil funcionários e não ter gente suficiente para a limpeza dos córregos e bueiros, e lembrou que após aquela enchente devastadora do dia 19 de janeiro já ocorreram dois outros temporais que encheram a região central, Av. Wenceslau Braz e João Pinheiro rapidamente, e que espera agilidade da Prefeitura nos projetos que possam solucionar o problema de enchentes, evitando futuros problemas até mais sérios de que já ocorreram até agora. As questões discutidas no encontro, segundo Hanser, serão levadas ao prefeito e a Associação Comercial espera breve retorno para que possa tranquilizar os empresários.

A rede de descontos é um projeto novo da ACIA, em que empresários associados da associação oferecem descontos a outros empresários associados! Para participar entre em contato pelo telefone (35) 3697-4400, ou pelo nosso site. Não percam é uma ótima chance de divulgar a sua empresa!

Esta semana a grande mídia começou a noticiar os índices do pior desempenho na historia do comercio Brasileiro nos últimos anos. Segundo a Confederação Nacional do Comercio, quase 100 mil lojas fecharam no Brasil apenas em 2015. Todos os setores do varejo tiveram expressivas quedas de faturamento, com recordes negativos aos setores de moveis e eletrodomésticos que amargaram perdas ao redor de 14%. Os resultados negativos são visíveis em todos os ramos de atividade, desde a construção cível, passam pela indústria automobilística que vive seu pior pesadelo em vendas e retorno de investimentos. A maioria de nós concordaria com a afirmação que somos vitimas do atual Governo Federal. Governo na maioria das vezes incompetente, despreparado, imprevidente, entre outros adjetivos que o coloca entre os piores de nossa história. Esta mesma maioria se esquece de que fomos nós, de uma maneira ou outra, que colocamos através do nosso voto, ou da nossa falta de compromisso e cidadania, estes mandatários em condições de nos representar. Nós lavamos as mãos, alardeamos aos quatro ventos não gostar de política e não participamos ativamente na defesa dos nossos direitos e interesses. Está ai o resultado. Levaremos anos para sair deste atoleiro que nos enfiaram. Para piorar o quadro, nós de Poços de Caldas sequer temos representantes no Congresso Nacional e na Assembleia Legislativa para dar voz a nossa indignação e atender as nossas necessidades. Esta situação catastrófica precisa ser combatida em nossa cidade de maneira a minimizar os efeitos da crise econômica e de seus resultados nefastos:Fechamento de empresas, desemprego, queda de arrecadação, depreciação de imóveis e a queda da qualidade de vida de todos. Acreditamos que é hora dos poderes públicos do Município, através do Sr Prefeito Municipal, da Câmara de vereadores, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, entre outros, unirem forças para que os empresários Poços Caldenses consigam atravessar esta fase difícil. Apelamos a estes no sentido de que se reveja o expressivo aumento nas contas de energia elétrica no município, que a nosso ver deveria ter sido evitado ou prorrogado, e não poderia ter sido aplicado em momento mais inoportuno. Apelamos também para que combatam duramente o comercio irregular que concorre de maneira desleal conosco, que coloquem a Zona Azul em funcionamento para que nossos clientes consigam estacionar e comprar com conforto em nossas empresas, que não utilizem e não permitam a fiscalização arbitraria com objetivos de tributar através de multas. O Conselho de Desenvolvimento Econômico deve se tornar um órgão de apoio aos empreendedores e um elo com as demais secretarias da Prefeitura para intermediar os pequenos detalhes que atravancam a abertura e o funcionamento das empresas. A ACIA se coloca a disposição, não para a critica descomprometida e sem resultados, mas para trabalhar junto aos poderes constituídos, e buscarmos soluções para este período difícil. Acreditamos que o momento é de força e união. Que toda nossa energia e empenho devem ser envidados na proteção de nossas empresas, principalmente das pequenas, maiores empregadores do país, e que são as que encontram as maiores dificuldades em permanecer ativas. Mãos a obra. Todas as sugestões para o bem comum são bem-vindas. Todas as ações que possam revitalizar o nosso comércio o mais rápido possível terão o apoio da ACIA. Márcio Roberto de Oliveira. Presidente. ACIA – Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Poços de Caldas.

No primeiro “Café Empresarial” do ano, a diretoria da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária Poços de Caldas explicou detalhadamente aos associados presentes, o funcionamento dos projetos realizados em parceria com a Polícia Militar: “Patrulha do Comércio”, que já está em operação com policiais acionados através de um grupo de What’sApp com os policiais que já estão trabalhando e visitando os comerciantes da área central, enquanto os de bairros serão atendidos pelas viaturas dos setores; já o Video-Monitoramento será implantado em breve, com os comerciantes liberando as imagens externas de seus estabelecimentos, que serão monitoradas pelas viaturas policiais, principalmente nas madrugadas, o que vem atender as reclamações dos empresários sobre uma melhor segurança durante o período noturno Ao abrir a solenidade, o presidente da Acia, Márcio Roberto de Oliveira, explicou que este foi um de seus desafios quando assumiu a presidência da entidade, “após ouvir muitas reclamações sobre a falta de segurança nos estabelecimentos comerciais, e com estes projetos temos a certeza de que estaremos reduzindo ainda mais o índice de criminalidade em Poços, o que já tem ocorrido após a posse do comando pelo Ten. Cel. Frederico Antonio de Lima”, disse ele, concluindo que a Acia entregou 5 Tablets e uma Tv para que o 29° Batalhão implante o sistema de vídeo-monitoramento em breve. O Sub-Comandante do 29° Batalhão, Major Luiz Fernando Batista, considerou produtivo o encontro com os empresários e disse que “esta ação mostra a interação entre a Polícia Militar e os diversos segmentos, principalmente com a Acia, parceira da PM, e apesar de ser apenas uma fase do projeto, em breve estaremos colhendo os frutos e melhorando ainda mais a segurança na cidade”. Nas fotos, o momento da reunião, e os diretores da Acia entregando os aparelhos ao Major Fernando, e ao novo Comandante da 162 Cia Pm, da área central, Capitão Leonardo Abdala Guimarães.

Nesta sexta-feira venha participar do Bazar das Super Ofertas! Data: 29/01 Horário: 14H00 às 20H00 Nas ruas Assis Figueiredo (entre Rio de Janeiro e Matriz), Prefeito Chagas, Junqueiras, Barros Cobra e Alagoas. * Teremos atrações culturais * Rua de lazer Pratique solidariedade e prestigie o comércio local. A força de uma cidade está nas pessoas que nela vivem!

Lançamento oficial da patrulha do comércio e projeto de vídeo-monitoramento, parceria com a polícia militar. Nesta quinta-feira,dia 28/01/2016 - horário: 08:30 Local: auditóirio da Associação Comercial - Rua Prefeito Chagas – n°459 - 3° andar Na oportunidade estaremos recebendo o comando da polícia militar para avaliarmos o trabalho da "patrulha do comércio, via WhatsApp, e ao mesmo tempo recebendo informações da maneira com que cada empresário estará disponibilizando imagens externas de seus estabelecimentos para serem acionados pelas viaturas da PM, principalmente nas madrugadas, dentro do projeto "video-monitoramento". compareça, ou envie um representante para fazer parte deste novo sistema de segurança oferecido pela ACIA com a Polícia Militar.

1° café empresarial da Acia do ano de 2016 as 08:30 hrs. Com o lançamento oficial da patrulha do comércio e sistema de videomonitoramento. Compareça e faça parte deste grupo que é uma parceria da associação comercial, industrial e agropecuária com a polícia militar, e que estará proporcionando agilidade no atendimento das ocorrências policiais! ACIA Poços de Caldas Rua Prefeito Chagas, 459 - Centro Poços de Caldas (35) 3697-4400

O policial Paulo Sérgio dos Reis Sallum foi o sorteado que ganhou o carro Zero Km Gol 1.0 no sorteio realizado nesta sexta-feira,dia 22/01 ás 10 da manhã na sede da Associação Comercial, sob a supervisão da coordenadora do Procon Municipal, Rita de Cássia Raimundo, empresários imprensa e funcionários da entidade. Ele comprou e ganhou a seladinha na rede de supermercados Irmãos Almeida. Lembrando que na segunda-feira,dia 25/01 às 13hs, com transmissão da TV Alterosa direto de BH, sorteio de uma casa no valor de R$ 250.000,00, e três camionetes Amaroks, e cujos cupons preenchidos em Poços de Caldas, que também tem nucleos em Botelhos, Bandeira do Sul e Caldas, estarão concorrendo normalmente. Também foram sorteados 12 Vale-Compras no valor individual de R$ 400,00, para colaboradores destes estabelecimentos: Véstia Modas - DrogaVila - Rei dos Calçados - Sport Luck - Poços Parquet - Lucélia Modas - Supervale Supermercados - Lojas Farina - Vila Sul Supermercados - Opção Modas - Xica Roupas e Óticas Z. OBS: Nas fotos, o momento do sorteio ocorrido na sede da Acia.

O comércio do centro de Poços de Caldas foi duramente castigado pelas fortes chuvas da noite da última terça-feira, dia 19 de janeiro. Em questão de minutos, os sonhos, projetos, investimentos e economias de muitos foram por água abaixo, destruídos pela inundação que atingiu de igual forma grandes e pequenos estabelecimentos – porém, prejudicando mais severamente os pequenos. O que já não estava fácil, agora ficou ainda pior: além de superar a crise econômica que assola Brasil e as fracas vendas de janeiro, o comércio do centro precisa recuperar suas perdas e continuar trabalhando. É hora da população de Poços se unir para continuar sendo a maior e mais forte cidade do Sul de Minas. Para tanto, faça suas compras no comércio local, ajudando no fortalecimento da economia e recuperação das lojas atingidas, manutenção de empregos e geração de renda.

ACIA - Associação Comercial, Industrial e Agropecuária Poços de Caldas
Rua: Prefeito Chagas, 459 (4º Andar), Centro - Poços de Caldas/MG | Cep: 37701-010 | Contato: (35) 3697-4400